“As Filhas do Sol”, de Eva Husson, um filme comovente sobre as guerrilheiras curdas que combateram o Daesh, estreia a 14 de novembro nas salas de cinema nacionais, distribuído pela Midas Filmes. O seu lema é “Mulheres, Vida, Liberdade” e o seu exemplo e coragem deverão ser para sempre lembrados. O filme estreou no Festival de Cannes em 2018.

Algures no Curdistão, Bahar, uma jovem advogada, visita a família. Num ataque violento dos extremistas, o marido é assassinato e ela é feita prisioneira, juntamente com o filho e milhares de crianças e mulheres.  Uns meses depois de conseguir fugir, Bahar torna-se na líder das “Filhas do Sol”, um batalhão de mulheres que tem como objectivo recuperar a cidade onde foi capturada e salvar o filho. Ao seu lado, Mathilde, uma repórter de guerra veterana, segue o dia-a-dia do batalhão durante os 3 dias do ataque. Nesta situação inimaginável, nasce um laço universal de irmandade, a união das “Filhas do Sol”.