7   +   2   =  

Os primeiros nove filmes já foram selecionados para a Seleção Oficial e para a Berlinale Special do Festival Internacional de Berlim de 2019, com destaque para as novas obras de Fatih Akin e François Ozon.

Além de “The Kindness of Strangers”, de Lone Scherfig, outras seis produções vindas da Áustria, Canadá, França, Alemanha, Grécia, Holanda, Sérvia e Turquia foram convidadas a participar na Seleção Oficial de um dos eventos mais importantes do cinema europeu e mundial.

Fatih Akin, que ganhou o Urso de Ouro em 2004 com “Head On”, marca o seu regresso à Berlinale com a estreia mundial do antecipado “The Golden Glove”, um thriller passado na sua cidade natal, Hamburgo. François Ozon, com presença regular no festival, celebrará a estreia internacional do seu filme mais recente “Grâce à Dieu” um drama sobre os casos verídicos de abuso sexual de um padre francês nos anos 80.

O programa inclui também “Der Boden unter den Füssen” da realizadora austríaca Marie Kreutzer; “Ghost Town Anthology” do canadiano Denis Côté; “I Was at Home, But” da cineasta alemã Angela Schanelec e “A Tale of Three Sisters” do realizador turco Emin Alper.

A 69.ª edição da Berlinale será a última sobre a tutela de Dieter Kosslick, que chefia o festival desde 2002. O lugar será tomado por Carlo Chatrian, ex-diretor artístico do Festival Internacional de Cinema de Locarno.

O Festival Internacional de Berlim terá lugar de 7 a 17 de fevereiro de 2019.

Competição
Der Boden unter den Füßen (The Ground Beneath My Feet), de Marie Kreutzer – Áustria
Der Goldene Handschuh (The Golden Glove), de Fatih Akin – Alemanha / França
Grâce à dieu (By the Grace of God), de François Ozon – França
Ich War Zuhause, Aber (I Was at Home, but), de Angela Schanelec – Alemanha / Sérvia
Kız Kardeşler (A Tale of Three Sisters), de Emin Alper – Turquia / Alemanha / Holanda / Grécia
Répertoire des Villes Disparues (Ghost Town Anthology), de Denis Côté – Canadá

Berlinale Special Gala no Palácio de Friedrichstadt
Gully Boy, de Zoya Akhtar – Índia

Berlinale Special na Casa Berliner Festspiele
Brecht, de Heinrich Breloer – Alemanha / Áustria
Watergate, de Charles Ferguson – EUA