cannes-vincent-lindon

Cannes 2022: Vincent Lindon irá presidir o júri da 75.ª edição

O ator francês Vincent Lindon irá ser o Presidente do Júri da 75.ª edição do Festival de Cannes, que se realizará entre os dias 17 e 28 de maio. Juntamente com oito membros do júri, o ator vencedor de Melhor Ator em 2015, por “A lei do mercado”, entregará a Palma de Ouro a um dos 21 filmes em competição.

“É uma grande honra e motivo de orgulho ter-me sido confiada e no meio do tumulto de todos os acontecimentos que estamos a viver agora no mundo, a extraordinária e pesada tarefa de presidir o Júri do 75.º Festival Internacional de Cinema de Cannes”, comentou Vincent Lindon.

“Com os meus colegas de Júri, vamos esforçar-nos por cuidar da melhor forma possível, os filmes do futuro, que carreguem a mesma esperança secreta, de coragem, lealdade e liberdade, e a missão de comover o maior número de mulheres e homens falando-lhes das suas feridas e alegrias comuns. A cultura ajuda a alma humana a erguer-se e a ter esperança no amanhã”, conclui o ator francês.

Nascido em 1959, Vincent Lindon regressa a Cannes depois de ter protagonizado em “Titane” (2021), filme vencedor da Palma de Ouro nesse ano. A sua primeira presença no festival de Cannes aconteceu em 1987, com o filme “Homem Apaixonado” (1987), de Diane Kurys. Participou em mais de 70 filmes, dos quais nove estrearam em Cannes. 

Destacou-se em filmes como “Tempestade Num Copo de Água” (1993), de Claude Lelouch, “O Ódio” (1995), de Mathieu Kassovitz, “Ma petite entreprise” (1999), de Pierre Jolivet, “A Escolha do Guerreiro” (2002), de Pierre Jolivet, “Tudo por Ela” (2008), de Fred Cavayé, “Bem-Vindo” (2009), de Philippe Lioret, “Rodin” (2017), de Jacques Doillon, “Em Guerra” (2018), de Stéphane Brizé, e “A Aparição” (2018), de Xavier Giannoli.

cannes-2022-juri-1

Nenhuma personalidade francesa ocupava o lugar de presidente do júri desde 2009, edição presidida pela atriz Isabelle Huppert.

O restante júri da seleção oficial é composto por: a atriz, realizadora, argumentista e produtora anglo-americana Rebecca Hall; a atriz indiana Deepika Padukone; a atriz sueca Noomi Rapace; a realizadora e atriz italiana Jasmine Trinca; o realizador, argumentista e produtor iraniano Asghar Farhadi; o ator, realizador, argumentista e produtor franco-maliano Ladj Ly; o realizador e argumentista norte-americano Jeff Nichols; e o realizador e argumentista norueguês Joachim Trier.

O júri da secção Un Certain Regard será composto por: a atriz, realizadora e produtora italiana Valeria Golino (que irá presidir o júri); a realizador anorte-americana Debra Granik; a atriz polaca Joanna Kulig; o ator e cantor francês Benjamin Biolay; e o ator e produtor venezuelano Édgar Ramírez.

cannes-2022-juri-2

A selecção oficial de Cannes 2022 inclui filmes de David Cronenberg, Arnaud Desplechin, Hirokazu Kore-eda, Kelly Reichardt, Cristian Mungiu, Ruben Östlund, James Gray, Park Chan-Wook, Kelly Reichard, Baz Luhrmann, Tiago Guedes, Quentin Dupieux, George Miller, Claire Denis e dos irmãos Dardenne.

O cartaz da 75.ª edição de Cannes presta homenagem ao filme “The Truman Show – A Vida em Directo” (1998), realizado por Peter Weir e protagonizado por Jim Carrey, no papel de um homem que descobre que a sua vida não passa de um reality show de televisão.

“Os degraus que levam à revelação, ao céu azul, numa celebração poética do infinito e da liberdade de criação” é a premissa que inspira o cartaz da 75.ª edição. Temos de compreender o mundo atual que vivemos, pois estamos perante uma crise climática, desastres humanitários, conflitos armados e existem muitas razões para estarmos preocupados com o futuro. “Tal como em 1939 e em 1946, o Festival reafirma mais uma vez a sua forte convicção de que a arte e o cinema são onde a contemplação e a renovação da sociedade se desenrolam. E, no entanto, mantém-se fiel ao seu compromisso fundador consagrado no artigo 1.º do seu regulamento: ‘O objetivo do Festival International du Film, num espírito de amizade e cooperação universal, é revelar e mostrar filmes de qualidade no interesse da evolução da a arte da cinematografia’.”, revela a organização.

cannes-2022-cartaz-1

Skip to content