Salas de cinema_1

Segundo os dados do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), cerca de 10,8 milhões de espectadores foram ao cinema em Portugal entre janeiro e setembro deste ano, o que representa um aumento de mais de dois milhões de entradas, face ao período homólogo do ano anterior. Ou seja, até setembro de 2015 registou-se em Portugal uma subida na receita bruta de 24,3% e no número de espectadores nas salas de cinema de 25,6%. Este aumento de espectadores originou cerca de 55,7 milhões de euros de receita bruta nas bilheteiras nacionais.

Quanto aos filmes mais vistos em Portugal, o filme de animação “Mínimos” foi o mais visto até 30 de setembro, com 924.501 espectadores, e o segundo mais visto foi o filme “Velocidade Furiosa”, com 832.076 espectadores. Em terceiro lugar encontra-se o filme português “O Pátio das Cantigas”, de Leonel Vieira, com 596.058 espectadores. Este é o filme português mais visto do ano e o mais visto de sempre (desde 2004).

O segundo filme português mais visto do ano é “Capitão Falcão”, de João leitão, com 27.309 espectadores e em terceiro lugar posiciona-se “As Mil e uma Noites: Volume 1, O Inquieto” de Miguel Gomes, com 16.146 espectadores.

No que concerne à produção de obras nacionais apoiadas pelo ICA, foram concluídas 20 obras de ficção, 10 documentários e 2 obras de animação, num total de 32, o que representa um crescimento superior a 68% (15 obras) face ao período homólogo do ano anterior.

A três meses do final do ano de 2015, com todo este aumento, tudo indica que este vai ser um ano com melhores resultados de bilheteira do que em 2014, apesar de setembro ter sido um dos meses com menor número de espectadores, com cerca de 923.916.

Recorde-se que em 2014, entre janeiro a dezembro, registaram-se 12,1 milhões espectadores e 62,7 milhões de euros de receita bruta nas salas de cinema nacionais.