“Custódia Partilhada” (“Jusqu’à La Garde”), de Xavier Legrand, foi o grande vencedor dos Prémios César 2019, atribuídos pela Academia do Cinema Francês, ao receber os prémios de Melhor Filme, Melhor Atriz (Léa Drucker), Melhor Argumento Original e Melhor Montagem. “Os Irmãos Sisters” também venceu em quatro categorias: Melhor Realizador (Jacques Audiard), Melhor Fotografia, Melhor Som e Melhor Direção Artística.

Melhor Filme
Jusqu’à La Garde

Melhor Filme Estrangeiro
Manbiki Kazoku, de Hirokazu Koreeda (Japão)

Melhor Primeira Obra
Shéhérazade

Melhor Documentário
Ni Juge, Ni Soumise

Melhor Filme de Animação
Dilili à Paris

Melhor Realização
Jacques Audiard, por Les Frères Sisters

Melhor Ator
Alex Lutz, em Guy

Melhor Atriz
Léa Drucker, em Jusqu’à la garde

Melhor Ator Secundário
Philippe Katerine, em Le Grand bain

Melhor Atriz Secundária
Karine Viard, em Les chatouilles

Revelação Masculina
Dylan Robert, em Shéhérazade

Revelação Feminina
Kenza Fortas, em Shéhérazade

Melhor Argumento Original
Jusqu’à la garde

Melhor Argumento Adaptado
Les Chatouilles

Melhor Montagem
Jusqu’à la garde

Melhor Fotografia
Les frères Sisters

Melhor Música Original
Guy

Melhor Som
Les frères Sisters

Melhor Direção Artística
Les frères Sisters

Melhor Guarda-Roupa
Mademoiselle de Joncquières

Melhor Curta de Animação
Vilaine Fille

Melhor Curta-Metragem
Les Petites Mains

César Honorário
Robert Redford