5   +   9   =  

O destaque da semana é o filme francês, de Bertrand Bonello (“Tirésia”, “De la Guerre”), “Apollonide – Memórias de Um Bordel”, estreado em maio de 2011 no Festival de Cannes, sobre a violência, o sexo e a humilhação sob o ponto de vista das mulheres num contexto fechado. Estreia hoje nos cinemas nacionais

 

Paris, finais do Século XIX. No bordel Apollonide, uma prostituta é atacada por um sádico que lhe deixa um grande corte no rosto num sorriso permanente e trágico. Em torno da mulher que ri, as outras raparigas vivem as suas rivalidades, medos, alegrias e dores. Do mundo exterior elas nada sabem, o Apollonide está fechado para o mundo.

Sinopse: Cinecartaz Público