O destaque da semana é um dos filmes mais aguardados do ano, “As Aventuras de Tintin: O Segredo do Licorne”, realizado por Steven Spielberg e produzido por Peter Jackson e Kathleen Kennedy. O filme baseia-se na banda-desenhada clássica de Hergé, centrando-se a em três histórias independentes: “O Caranguejo das Tenazes de Ouro”, “O Segredo do Licorne” e “O Tesouro de Rackham, o Terrível”. É um filme de animação que usa a mesma tecnologia que James Cameron utilizou em “Avatar” (2009), a técnica de animação digital motion capture, em 3D. Será certamente um filme que irá dividir opiniões, quer sejam fãs de Tintin ou não. O elenco é composto por Andy Serkis, Daniel Craig, Gad Elmaleh, Jamie Bell, Mackenzie Crook, Nick Frost, Simon Pegg, Toby Jones. O primeiro filme de Tintin estreia hoje em Portugal em 117 salas de espectáculos, tornando-se na maio estreia de sempre em Portugal.

 

Depois de, numa feira de antiguidades, encontrar uma réplica de um velho barco designado de “Licorne”, o destemido Tintim (Jamie Bell) é arrastado para uma grande aventura em busca de algo inesperado. Ao investigar aquela miniatura, descobre o mapa de um tesouro muito antigo, frustrando os planos de Ivan Ivanovich Sakharine (Daniel Craig), um salteador que está convencido de que o jovem se terá aliado ao velho pirata Rackham. Com a ajuda de Milou, o seu fiel amigo de quatro patas, do capitão Haddock (Andy Serkis, o Gollum da trilogia “O Senhor dos Anéis”), um lobo-do-mar de péssimo feitio, e da dupla Dupond e Dupont (Simon Pegg e Nick Frost), dois polícias desastrados mas cheios de boas intenções, o repórter vai atravessar desertos e tempestades, na busca de um navio afundado, comandado por um antepassado de Haddock, que contém um valioso tesouro e uma terrível maldição.

Sinopse: Cinecartaz Público