Em nota à imprensa, Woody Allen desmente reforma 

O polémico Woody Allen pôs fim às alegações de que irá reformar-se após o lançamento de “Wasp 22”, seu 50.º filme. A notícia foi divulgada após uma entrevista concedida ao jornal espanhol “La Vanguardia”, ao que parece o periódico afirmou que ele deixaria o cinema após seu projeto final, marcado para ser filmado em solo parisiense.

O enredo de “Wasp 22” permanece em sigilo, Allen comparou o longa a “Match Point” e descreveu o filme como “emocionante, dramático e também muito sinistro”Gina Gershon, Christoph Waltz, Louis Garrel, Wallace Shawn e os atores espanhóis Elena Anaya e Sergi Lopez protagonizam o filme.

O jornal espanhol destacou que Allen se concentraria em escrever romances pós-produção de filmes, seguindo sua quinta coleção de contos, “Zero Gravity”. Dizia-se que o realizador estava interessado em escrever um romance completo no futuro após seu livro de memórias de 2020 “Apropos of Nothing”.

Ainda sobre o tópico, o “IndieWire” recorda que Allen foi entrevistado via Instagram Live no início deste ano por um colaborador frequente, o ator Alec Baldwin. Allen disse durante a entrevista em vídeo de junho de 2022 que “provavelmente fará pelo menos mais um filme” após “Wasp 22”.

 

“Muita emoção se foi”, explicou o diretor de “Manhattan”. “Quando eu costumava fazer um filme, ele ia para um cinema em todo o país. Agora você faz um filme e passa algumas semanas em um cinema. Talvez seis semanas ou quatro semanas e depois vai direto para streaming ou pay-per-view. Não é o mesmo. Não é tão agradável para mim.”

 

Allen continuou na época:

 

“Não tenho a mesma diversão de fazer um filme e colocá-lo no cinema. Foi uma sensação boa saber que 500 pessoas assistiram uma vez… Não sei como me sinto fazendo filmes. Vou fazer outro e vou ver como é.”

 

Ele acrescentou:

 

“Sinto que sim, vou trabalhar novamente no cinema, mas talvez queira voltar a escrever”.

 

Fechando a questão, um representante de imprensa de Allen emitiu uma declaração ao site americano “IndieWire”, dizendo:

 

“Woody Allen nunca disse que estava se reformando, nem disse que estava escrevendo outro romance. Ele disse que estava pensando em não fazer filmes, pois fazer filmes que vão direto ou muito rápido para plataformas de streaming não é tão agradável para ele, já que ele é um grande amante da experiência cinematográfica. Atualmente, ele não tem intenção de se aposentar e está muito animado por estar em Paris gravando seu novo filme, que será o 50º.”

Skip to content