Fala-nos do teu filme

O seguinte texto é da autoria dos criadores do filme apresentado. O Cinema 7ª Arte não se responsabiliza pelo seu conteúdo, partilhando-o de boa vontade com os seus leitores com o intuito de contribuir para a divulgação do cinema que se faz em Portugal, seja ele amador ou profissional.

……………………………………

 

 

Sinopse

Acordar e sentir que este vai ser o seu último dia, saber que não existe ninguém na povoação para o seu funeral. Um olhar sobre a actualidade do território transmontano, as recordações e ilusões de outrora de um povo forte e nobre deixado ao abandono na sua orgulhosa terra.

 

Ficha técnica

Realização: Rui Pilão

Assistente de Realização: Sérgio Castro

Argumento: Aurora Morais e Rui Pilão

Actor: Leandro Vale

Director de Fotografia: Tiago Ribeiro

Operador de câmera: Tiago Ribeiro e Sérgio Castro

Edição e pós-produção: José Lemos

Música: bueno.sair.es

Pós-produção audio: Paulo Pintado / Indústria Rock

Produção: Aurora Morais e Rui Pilão

Produtor executivo: Rui Pilão

Storyboard: Aurora C. Fernandes

Agradecimento especial: Câmara Municipal de Vinhais, Junta de Freguesia de Vilar d’Ossos, Junta de Freguesia de Tuizelo, Cybercentro Bragança.

Agradecimentos: Teresa Martins, Iria Correia, Nuno Fernandes, Jorge Fernandes, Carlos Paula, Hermínia Paula, Sofia Paula, Alcino Pilão, Fernando Pilão, Filomena Paula.

 

Festivais:

Shortcutz Berlin – Convidada

Shortcutz Porto – Nomeada

Shortcutz Lisboa – Nomeada

Shortcutz Faro – Vencedora mês de Junho 2012

aViso.24 – Exibição

Curtas em Flagrante – Exibição

CinEuphoria – Prémio de melhor Curta-metragem, Melhor Realização, Melhor ator em Curta-metragem e Melhor Caracterização.

Leiria Film Fest – Nomeada

Teve outras exibições pelo país incluindo no Cineclube de Telheiras em Lisboa, na Aula Magna em Viseu e no Hard Club no Porto.

 

Foi a primeira curta-metragem realizada por Rui Pilão. Na altura sem grande background em cinema, esta curta-metragem foi a sua “escola de cinema”. Iniciou o projecto sem conhecer ninguém da área e lentamente conseguiu reunir os elementos necessários para transformar uma produção amadora num produto final com aspecto mais profissional. Foi uma curta-metragem produzida sem orçamento, de forma independente. A única coisa que Rui tinha era a ambição de se tornar realizador e foi esse sonho que o moveu. O tema escolhido foi o despovoamento do interior, porque sendo ele um transmontano, sente de perto essa realidade.

 “Aqui Jaz a Minha Casa” (2012)_1

 

……………………………………

O Cinema 7ª Arte sempre foi e sempre será a favor da divulgação dos filmes nacionais, independentemente de serem grandes produções profissionais ou pequenas curtas amadoras. Dentro desse espírito decidimos criar então uma nova rubrica chamada “Fala-nos do teu Filme”, que consiste em os criadores nacionais de cinema divulgarem livremente o seu trabalho da forma que melhor entenderem, seja por imagens (fotografias e/ou video) ou texto. Para tal, basta contactarem-nos para o email: geral@cinema7arte.com .