Festa do Cinema Chinês em Lisboa_1

A Cinemateca Portuguesa e o Cinema Ideal organizam a primeira edição da Festa do Cinema Chinês em Portugal, uma iniciativa que é composta por trinta e dois filmes, doze dos quais contemporâneos, a realizar-se de 10 a 30 de setembro, em Lisboa. Esta iniciativa resulta de uma nova colaboração a nível cultural e cinematográfico entre os dois países e que no próximo ano dará lugar a uma Festa do Cinema Português na China.

A abertura será no Cinema Ideal, com a antestreia de “Se as Montanhas se Afastam”, o mais recente filme do cineasta Jia Zhang-ke, que a Festa começará no próximo dia 10 de setembro, na presença de uma Delegação Oficial de responsáveis do cinema na China e em particular da Cinemateca Chinesa e do Xiao Xiang Film Group.

Primeiro no Cinema Ideal (de 10 a 16), com doze filmes contemporâneos – onde se inclui também a antestreia do mais recente filme de Hou Hsiao-Hsien, Prémio Melhor Realização do Festival de Cannes 2015 (“A Assassina”) e filmes de grandes cineastas como Lou Ye, Ann Hui ou Tsui Hark, bem como seis filmes produzidos pelo XiaoXiang Film Group, um dos mais importantes estúdios da China e que se dedica tanto à produção, como à distribuição e à exibição, entre os quais será por exemplo possível ver o filme “Dragon Inn” (1992) de Raymond Lee e Tsui Hark, protagonizado por Maggie Cheung.

Depois na Cinemateca Portuguesa (de 17 a 30), com um programa de vinte filmes clássicos incluidos em duas retrospectivas, Cinema Chinês: Panorama Histórico” e “Retrospectiva Xie Jin”, o cinema chinês e de expressão chinesa terá uma grande celebração pública em Portugal, naquele que será o primeiro grande acontecimento da rentrée cinematográfica. No programa da Cinemateca Portuguesa, procura-se traçar um panorama histórico com filmes realizados entre 1933 e 1997, exemplificando dessa forma quatro grandes etapas da cinematografia chinesa, apresentando filmes representativos de cada uma dessas épocas: o cinema de Xangai anterior a 1949; o cinema chinês pós-1949 e anterior à Revolução Cultural; a chamada ‘quinta-geração’ e o período de transição entre a ‘quinta’ e a ‘sexta geração’. Por outro lado, dedica-se uma retrospectiva a Xie Jin, um dos maiores realizadores chineses, cuja obra foi reconhecida antes e depois da Revolução Cultural.

A Festa do Cinema Chinês insere-se no âmbito das comemorações do 10.º aniversário do estabelecimento da parceria estratégica entre a República Popular da China e Portugal e conta com o apoio da Embaixada da China em Portugal e da Embaixada de Portugal na China e de diversas entidades públicas e privadas, entre as quais a RTP Rádio e Televisão de Portugal, a Câmara Municipal de Lisboa e o Hotel Tivoli.

“Para além de um extenso panorama da história do Cinema Chinês e das suas produções mais recentes – tanto de realizadores consagrados internacionalmente, como grandes sucessos de público na China – a Festa do Cinema Chinês pretende favorecer o intercâmbio cinematográfico através do diálogo entre autoridades, responsáveis e profissionais dos cinemas chinês e português e dar a conhecer na China a riqueza do património cinematográfico e da cultura de Portugal. Numa época em que as relações entre os dois países se desenvolvem, este evento revela o empenho chinês e português para alcançar uma nova etapa no aprofundamento do conhecimento mútuo.”, lê-se no comunicado do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA).

Programa

Cinema Contemporâneo

Shanhe Guren, Mountains May Depart (Se As Montanhas Se Afastam), Jia Zhangke (2015)

Cike Nie Yinniang, The Assassin (A Assassina), Hou Hsiao-Hsien (2015)

Zhiqu Weihushan, The Taking Of Tiger Mountain (A Tomada Da Montanha Do Tigre), Tsui Hark (2014)

Tuina, The Blind Massage (Massagem), Lou Ye (2014)

Huangjin Shidai, The Golden Era (A Era De Ouro), Ann Hui (2014)

Zhongguo Hehuoren, American Dreams In China (O Sonho Americano Na China), Peter Chan (2013)

Xiao Xiang Film Group

Xin Longmen Kezhan, Dragon Inn (New Dragon Inn) (Hotel Novo Dragão), Raymond Lee (1992)

Nashan, Naren, Nagou, Postmen In The Mountains (Aquela Montanha, Aquela Pessoa E Aquele Cão), Huo Jianqi (1999)

Diexue Gucheng, Death And Glory In Changde (Morte E Glória Em Changde), Shen Dong (2010)

Yunshang De Renjia, Top Of The Hill People (Famílias Além Das Nuvens), Han Wanfeng (2012)

Mao Zedong Yu Qi Baishi, Mao Zedong And Qi Baishi (Mao Zedong E Qi Baishi), Shi Fenghe (2013)

Lao Qiang, Yellow River Aria (Ária Do Rio Amarelo – Lao Qiang), Gao Feng (2014)

Cinema Chinês: Panorama Histórico

Xiao Wanyi (Os Pequenos Brinquedos), De Sun Yu (1933)

Shen Nü (A Divina), Wu Yonggang (1934)

Xiaocheng Zhi Chun (Primavera Numa Pequena Cidade), Fei Mu (1948)

Liang Shanbo Yu Zhu Yingtai (Liang Shanbo E Zhu Yingtai), Sang Hu (1954)

Lu Ban De Chuanshuo (A Lenda De Lu Ban), Sun Yu (1958)

Da Nao Tiangong (O Rei Dos Macacos E O Palácio Celeste), Laiming Wan (1961/1964)

Huang Tudi (Terra Amarela), Chen Kaige (1984)

Ju Dou (Ju Dou), Zhang Yimou (1990)

Yangguang Canlan De Rizi (No Calor Do Sol), Jiang Wen (1994)

Minjing Gushi (Histórias Da Polícia Do Povo), Ning Ying (1995)

Retrospetiva Xie Jin

Nülan Wuhao (A Jogadora De Basquete Nº5), 1957

Da Li, Xiao Li He Lao Li (O Grande Li, O Pequeno Li E O Velho Li), 1962

Wutai Jiemei (Irmãs De Palco), 1965

Tianyunshan Chuanqi (A Lenda Da Montanha Tianyun), 1980

Mumaren (O Tratador De Cavalos), 1982

Qiu Jin, 1984

Furong Zhen (A Cidade Dos Hibiscos), 1986

Zuihou De Guizu (As Últimas Aristocratas), 1989

Qing-Liangsi Zhong Sheng (O Sino Do Templo Da Pureza),1992

Yapian Zhanzheng (A Guerra Do Ópio), 1997

Festa do Cinema Chinês em Lisboa_2

Fonte: ICA