Festa-Cinema-Frances-2020-1

Festa do Cinema Francês: Lisboa, Almada, Coimbra e Porto recebem 21.ª edição

A organização da Festa do Cinema Francês anunciou as datas para a sua 21.ª edição, que irá acontecer entre outubro e novembro em Lisboa, Almada, Coimbra e Porto, e contará com uma extensão online, exibindo alguns dos filmes seleccionados em plataforma VoD.

Ainda não foi revelado o programa completo, mas sabe-se que serão exibidos cerca de 50 filmes, incluindo mais de 20 antestreias.

O grande destaque deste ano será feito na obra da atriz, realizadora, ativista e estrela feminista da nouvelle vague, Delphine Seyrig, em parceria com a Cinemateca Portuguesa. A retrospectiva dedicada a Delphine Seyrig, ícone cinematográfico por mais de 40 anos, percorre o curso essencial da sua carreira como atriz e cineasta, incluindo o filme realizado com Carole Roussopoulos e Ioana Wieder, “Les trois portugaises”, sobre Isabel Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa.

Delphine-Setrig-Festa-Cinema-Frances-2020

Entre outras novidades sabe-se que: a secção Segunda Chance vai apresentar filmes franceses lançados em janeiro, fevereiro e março de 2020, mas que tiveram exibição interrompida pelo confinamento; haverá sessões escolares com a inauguração do dispositivo Cinelíngua francesa, dedicado aos professores de francês; e encontros e debates com convidados em torno de variados temas, incluindo o papel da família em tempos de coronavírus.

Outra das novidades desta edição é que, de forma a garantir a segurança do público, será feita a transmissão de uma seleção de filmes em streaming para todo o território português, em paralelo com a exibição em sala. “Todos poderão aproveitar a programação da Festa, sem prejuízo das medidas de proteção e segurança em relação à COVID-19.”

Organizada pela Embaixada de França, o Institut Français du Portugal e a Serena Productions, em parceria com a rede das Alliances Françaises, a Cinemateca Portuguesa e UniFrance Films: Lisboa (de 8 a 21 de outubro), no cinema São Jorge e na Cinemateca Portuguesa; Almada (de 14 a 18 de outubro), no Fórum Municipal Romeu Correia; Coimbra (de 21 a 24 de outubro), no Teatro Académico Gil Vicente; Porto (de 26 de outubro a 4 de novembro), no Teatro Rivoli e no Cinema Trindade.

Programação
Delphine Seyrig, Insubmusa

A DOLL’S HOUSE, Joseph Losey, Reino Unido, França, 1972, 106′
AUTOUR DE JEANNE DIELMAN, Sami Frey, França, 1975-2004, 68 min’
BAISERS VOLÉS, de François Truffaut, França, 1968, 91′
CALAMITY JANE & DELPHINE SEYRIG, A STORY, Babette Mangolte, França, Estados Unidos, 2019, 87′
COMÉDIE, de Marin Karmitz, Jean Ravel, Jean-Marie Serreau, França, 1965
FEMMES AU VIETNAM, Delphine Seyrig, França, 1974, 62′
IL NE FAIT PAS CHAUD 1 | IL NE FAIT PAS CHAUD 2, Carole Roussopoulos, Ioana Wieder, Delphine Seyrig, Nadja Ringar (Les Insoumuses), França, 1977, 75′
INÊS, Delphine Seyrig, França, 1974, 19 min’
JEANNE DIELMAN, 23, QUAI DU COMMERCE, 1080 BRUXELLES, Chantal Akerman, Bélgica, França, 1975, 200′
LA MUSICA, Marguerite Duras, Paul Seban, França, 1966, 80′
LE JOURNAL D’UN SUICIDÉ, de Stanislav Stanojevic, França, 1971, 82′
LES PROSTITUÉES DE LYON PARLENT, Carole Roussopoulos, França, 1975, 46′
LES TROIS PORTUGAISES, Delphine Seyrig com a colaboração de Carole Roussopoulos, Ioana Wieder, França, 1974, 29 min’
MASO ET MISO VONT EN BATEAU, Carole Roussopoulos, Delphine Seyrig, Ioana Wieder, Nadja Ringart (Les Insoumuses), França, 1976, 54′
MURIEL OU LE TEMPS D’UN RETOUR, Alain Resnais, França, Itália, 1963, 117′
OÙ EST-CE QU’ON CE MAI?, Ioana Wieder (Les Insoumuses), França, 1976, 55′
POUR MÉMOIRE, Delphine Seyrig, França, 1987, 11”
PULL MY DAISY, Robert Frank, Alfred Leslie, Estados Unidos, 1959, 30′
S.C.U.M. MANIFESTO, 1967, Carole Roussopoulos, Delphine Seyrig
SOIS BELLE ET TAIS TOI!, Delphine Seyrig com a colaboração de Carole Roussopoulos, Ioana Wieder, França, 1976, 110′

Fonte: Festa do Cinema Francês