"O Lobo Atrás da Porta" (2014)_1

Decorreu no dia 1 de setembro a cerimónia do Grande Prémio do Cinema Brasileiro 2015, organizada pela Academia Brasileira de Cinema. “O Lobo Atrás da Porta”, do realizador Fernando Coimbra, foi o grande vencedor da noite, levando sete prémios no total: Melhor Longa-Metragem de Ficção, Melhor Realizador (Fernando Coimbra), Melhor Atriz (Leandra Leal), Melhor Atriz Secundária (Thalita Carauta), Melhor Argumento Original (Fernando Coimbra), Melhor Montagem Ficção (Karen Akerman) e Melhor Fotografia (Lula Carvalho). Tony Ramos em “Getúlio” e Babu Santana em “Tim Maia” dividiram o prémio de Melhor Ator. O filme “Getúlio”, de João Jardim, que tinha recebido 14 nomeações, levou apenas três prémios, Melhor Ator, Melhor Direcção Artística e Melhor Caracterização. O filme “O Menino e o Mundo” de Alê Abreu conquistou os prémios de Melhor Longa-Metragem de Animação e o de Melhor Longa-Metragem Infantil.

 

Melhor Longa-Metragem de Ficção

O Lobo Atrás da Porta, de Fernando Coimbra

Melhor Longa-Metragem de Comédia

Os Homens são de Marte… É pra lá que eu Vou, de Marcus Baldini

Melhor Longa-Metragem Documentário

Brincante, de Walter Carvalho

Melhor Longa-Metragem de Animação

O Menino e o Mundo, de Alê Abreu

Melhor Longa-Metragem Infantil

O Menino e o Mundo, de Alê Abreu

Melhor Longa-Metragem Estrangeira

Relatos Selvagens, de Damián Szifrón (Argentina)

Melhor Realizador

Fernando Coimbra, por O Lobo Atrás da Porta

Melhor Ator

Babu Santana, em Tim Maia

Tony Ramos, em Getúlio

Melhor Atriz

Leandra Leal, em O Lobo Atrás de Porta

Melhor Ator Secundário

Jesuíta Barbosa, em Praia do Futuro

Melhor Atriz Secundária

Thalita Carauta, em O Lobo Atrás da Porta

Melhor Argumento Original

Fernando Coimbra, por O Lobo Atrás da Porta

Melhor Argumento Adaptado

Jorge Furtado e Pedro Furtado, por Boa Sorte

Melhor Montagem Ficção

Karen Akerman, por O Lobo Atrás da Porta

Melhor Montagem Documentário

Pedro Bronz, por A Farra do Circo

Melhor Fotografia

Lula Carvalho, por O Lobo Atrás da Porta

Melhor Banda Sonora Original

André Abujamra, por Trinta

Melhor Banda Sonora

Berna Ceppas e Mauro Lima, por Tim Maia

Melhor Direcção Artística

Tiago Marques, por Getúlio

Melhor Guarda-Roupa

Kika Lopes, por Trinta

Melhor Caracterização

Martín Macias Trujillo, por Getúlio

Melhor Efeitos Visuais

Adam Rowland, por Trash

Melhor Som

George Saldanha, François Wolf, Armando Torres Jr., por Tim Maia

Melhor Curta-Metragem de Ficção

O Caminhão do meu Pai, de Maurício Osaki

Melhor Curta-Metragem Documentário

Efeito Casimiro, de Clarice Saliby

Melhor Curta-Metragem de Animação

A Pequena Vendedora de Fósforo, de Kyoko Yamashita

Prémio do Público

Hoje Eu Quero Voltar Sózinho, de Daniel Ribeiro