“Pom Poko” (1994)_2

Arranca hoje a 15ª edição do Monstra – Festival de Animação de Lisboa, um dos mais importantes festivais de cinema nacionais e de animação, que irá decorrer até 22 de março. A edição deste ano celebra o seu 15º aniversário. O certame abre hoje com uma sessão de curtas da América Latina, no Cinema São Jorge, às 19h30. Às 22h, no Cinema Ideal, arranca a retrospectiva Japão com o clássico dos estúdios Ghibli, “Pom Poko” (1994) de Isao Takahata.

Este ano, a Monstra recebeu mais de 1700 inscrições, o que representa um aumento de mais de 500 filmes relativamente a 2014. O Festival prepara-se para exibir 470 filmes de animação, entre curtas e longas-metragens, em salas como o Cinema São Jorge, o Cinema City Alvalade ou o Cinema Ideal e tem como parceiros o Centro Cultural de Carnide, o Museu Nacional de Etnologia, o Teatro Meridional e a Academia Almadense, invadindo a cidade em 18 espaços diferentes, em termos artísticos e de públicos.

No ano em que o Festival comemora 15 anos, nasce uma nova competição numa secção do festival muito importante que é a Monstrinha, premiando o melhor filme desta secção. Os filmes serão avaliados por um júri graúdo (profissional) e miúdo (o público).

Pela primeira vez, a Monstra irá decorrer simultaneamente no município de Lisboa e de Almada e, uma das grandes novidades da edição deste ano é a descentralização do Festival para as cidades de Santarém, Porto, Coimbra, Gouveia, Portalegre e Ponta Delgada nos Açores.

O tema do Festival é: A América Latina. Vamos celebrar, como “país” convidado a Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Colômbia, Cuba, Equador, México, Perú, Venezuela, entre outros, trazendo a Portugal autores e obras de grande riqueza, cor, expressividade e criatividade.

Pelo segundo ano consecutivo a Monstra terá em simultaneamente a Competição Internacional de Longas e a Competição Internacional de Curtas-Metragens. Como todos os anos também vão suceder as competições Internacionais de Estudantes e de Curtíssimas (filmes até dois minutos). A parceria que o Festival MONTRA mantém com a Sociedade Portuguesa de Autores continua a crescer, e a Melhor Curta-Metragem Portuguesa será galardoada com o prémio SPA | Vasco Granja pelo 4 ano consecutivo. No total estarão mais de 140 filmes em competição.

Na competição internacional das longas-metragens competem seis filmes, “Possesso” de SAM, “O Conto da Princesa Kaguya” de Isao Takahata, “Ovelha Choné – O Filme” de Mark Burton e Richard Starzak, “Lisa Limão e Marc Laranja – Uma Rápida História de Amor” de Mait Lass, “A Ilha de Giovanni” de Mizuno Nishikubo, “Canção do Mar” de Tomm Moore e “Jack e a Mecânica do Coração” de Stéphane Berla e Mathias Malzieu.

Do vasto programa destaca-se a Retrospectiva Japão, que apresenta alguns filmes dos estúdios Ghibli, como “As Asas do Vento”, “A Família Yamada” e “Pom Poko”. Entre curtas, médias e longas-metragens destaque para “Príncipes e Princesas” (2000), “O Rei e o Pássaro” (1980), “Selkirk – O Verdadeiro” (2012), “Papel de Natal” (2014), “Fuligem” (2014), entre outros.

Cartaz2015_WEB

Fonte: Monstra