“O Labirinto da Saudade”, documentário do realizador português Miguel Gonçalves Mendes, integra a lista de 10 filmes nomeados para os Prémios Macondo da Academia Colombiana de Artes e Ciências Cinematográficas na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano, que estreia nesta edição. 

Estreado a 24 de maio nas salas de cinema nacionais, “O Labirinto da Saudade”, é uma adaptação da obra homónima de Eduardo Lourenço, que venceu o Prémio Sophia de Melhor Documentário, da Academia Portuguesa de Cinema, e o Prémio de Melhor Filme Português, nos Prémios Cinema Sétima Arte 2018.

Competirá com filmes também fortemente aclamados pela crítica como “Campeones”, de Javier Fresser (Espanha), “Roma”, de Alfonso Cuarón (México), “Rojo”, de Benjamín Naishtat (Argentina), “Averno”, de Marcos Loayza (Bolívia), “Sueño Florianópolis”, de Ana Katz (Brasil), “Cenizas”, de Juan Sebastián Jácome (Equador), “Las Herederas”, de Marcelo Martinessi (Paraguai), “El Silencio Del Viento”, de Álvaro Aponte-Centeno (Porto Rico) e “La Familia”, de Gustavo Rondón Córdova (Venezuela).

A oitava edição dos Prémios Macondo acontece, pela primeira vez na cidade de Medellín, na Colômbia, na Caja de Madela de la Plaza Mayor. Em breve será divulgada a lista final de nomeados. A cerimónia de entrega de Prémios terá lugar no dia 9 de novembro.