A plataforma de streaming Netflix recebe 21 obras do lendário estúdio de animação Studio Ghibli, que estarão disponíveis em todo o mundo, a partir de 1 de fevereiro, exceto nos EUA, Canadá e Japão. No caso dos Estados Unidos, a HBO Max acolherá os filmes da Ghibli, um pouco mais tarde, na primavera deste ano.

Clássicos como “O Meu Vizinho Totoro”, “A Princesa Mononoke”, “A Viagem de Chihiro”, “O Mundo Secreto de Arrietty”, “O Castelo Andante”, “Ponyo à Beira-Mar” e “Memórias de Marnie” são alguns dos nomes confirmados para distribuição mundial, graças a um acordo com a distribuidora franco-alemã Wild Bunch International, que representa o estúdio de animação japonês a nível global.

Entre 1986 e 2014, a Studio Ghibli lançou 21 filmes para o cinema, incluindo o vencedor do Óscar de Melhor Animação, em 2002, “A Viagem de Chihiro”, excluindo “Nausicaä do Vale do Vento”, de 1984, que embora faça parte do acervo, foi lançado antes da criação do estúdio.

A notícia foi partilhada pela própria Netflix no Twitter, através de um pequeno vídeo. Os filmes chegarão ao serviço de streaming de forma faseada.

A partir do próximo dia 1 de fevereiro, os subscritores terão acesso a:

A partir de 1 de fevereiro:

  • “O Castelo no Céu” (1986)
  • “O Meu Vizinhi Totoro” (1988)
  • “Kiki – A Aprendiz de Feiticeira” (1989)
  • “Memórias de Ontem” (1991)
  • “Porco Rosso – O Porquinho Voador” (1992)
  • “Eu Posso Ouvir o Oceano” (1993)
  • “Contos de Terramar” (2006)

A partir de 1 de março:

  • Nausicaä do Vale do Vento (1984)
  • “A Princesa Mononoke” (1997)
  • “A Família Yamada” (1999)
  • “A Viagem de Chihiro” (2001)
  • “O Reino dos Gatos” (2002)
  • “O Mundo Secreto de Arrietty” (2010)
  • “O Conto da Princesa Kaguya” (2013)

A partir de 1 de abril:

  • “Pom Poko: A Grande Batalha dos Guaxinins” (1994)
  • “O Sussuro do Coração” (1995)
  • “O Castelo Andante” (2004)
  • “Ponyo à Beira-Mar” (2008)
  • “A Colina das Papoilas” (2011)
  • “As Asas do Vento” (2013)
  • “Memórias de Marnie” (2014)