O ano de 2015 está praticamente no fim e agora só resta olhar para o que vamos ter a seguir. Desde blockbusters gigantescos e filmes que já deviam ter cá estreado este ano a sequelas inesperadas e grandes surpresas vindas do nada, 2016 vai ser um ano recheado de cinema para todos os gostos. Dito isto, vamos então dar uma vista de olhos por algumas das promessas da turma cinematográfica de 2016:

 

Batman V Superman: Dawn of Justice – Zack Snyder

Vamos começar então pelos filmes baseados em super-heróis de BD e ir directos ao assunto. O cavaleiro negro aparece no cinema pela primeira vez desde que Christopher Nolan acabou a sua trilogia e o seu regresso não podia ser mais dramático: Ele vem ajustar contas com o Super-Homem depois da destruição causada em “Man of Steel” de Zack Snyder. Estamos a falar de uma guerra entre duas das personagens mais históricas da mitologia moderna em todo o seu espectáculo Hollywoodiano.

Estreia: 24 de Março

Captain America: Civil War – Joe e Anthony Russo

2016 será o ano em que os bons da fita irão virar-se uns contra os outros. “Civil War” bem como sequela tanto para o último filme do Capitão América como para o último filme dos Avengers e tal como “Batman V Superman” irá colocar a personagem titular do filme em guerra contra um velho amigo.

Estreia: 5 de Maio

Deadpool – Tim Miller

Aqui já entramos na área da novidade. Deapool é uma personagem de BD criada nos anos 90 para satisfazer as necessidades dos leitores adultos de BD e já apareceu uma vez no cinema, embora com consequências desastrosas (a personagem foi tão mal adaptada que ainda hoje é uma lição sobre como não traduzir uma personagem das páginas para a tela). Para quem não o conhece, Deapool é um mercenário imortal a roçar a insanidade e é uma das mais queridas personagens secundárias da Marvel praticamente desde o dia da sua concepção. Ryan Reynolds será o actor por detrás da máscara (e cicatrizes).

Estreia: 11 de Fevereiro

X-Men: Apocalypse – Bryan Singer

Depois do sucesso de “Days of Future Past” os X-Men regressam para mais um filme da saga que tornou populares as adaptações dos super-heróis de BD. Antes de X-Men, apenas Batman e Super-Homem tinham tido sucesso. Hoje em dia, a lista dos filmes mais aguardados já vai no quarto filme do género, sendo que a lista ainda não acabou.

Estreia: 19 de Maio

Suicide Squad – David Ayer

Suicide Squad é o “outro” filme da DC de 2016. O trailer deste filme está ali na fronteira do fantástico e gerou logo enorme comoção a partir do momento em que apareceu na internet. Suicide Squad é sobre um grupo de vilões escolhidos a dedo para uma missão secreta e suicida por parte do exército dos Estados Unidos. Para os fãs de BD, nomes como Amanda Waller, Enchantress e Killer Croc são já familiares; para o resto do grande público, as aparições de Jared Leto no papel de Joker, Margot Robbie como Harley Quinn e Will Smith como Deadshot (e uma aparição curta de Ben Affleck como Batman) poderão ser um dos pontos de interesse.

Estreia: 4 de Agosto

Rogue One: A Star Wars Story – Gareth Edwards

O “Despertar da Força” ainda está nos cinemas (a bater recordes) mas em pouco menos de um ano vamos ter mais um filme passado numa Galáxia muito distante nas grandes telas. “Rogue One” é um filme que não influência nenhuma das trilogias da Saga mas que pega nalgumas das personagens de fundo desse mesmo Universo e vai á procura das suas histórias. Gareth Edwards teve bastante sucesso com “Monsters” e “Godzilla”, portanto não será de todo ridículo pensar que ele irá conseguir fazer algo igualmente interessante a partir dos pilotos das forças rebeldes. Entre os actores estarão Felicity Jones, Mads Mikkelsen, Alan Tudyk, Donie Yen e Forest Whitaker.

Estreia: 15 de Dezembro

Warcraft – Duncan Jones

Adaptações de video-jogos não costumam ser as melhores, no entanto 2016 vai-nos dar pelo menos três: “Assassins Creed”, “Uncharted” e este Warcraft, que para já promete ser o mais apelativo. Os últimos dois filmes de Duncan Jones foram “Moon” e “Source Code”, que nos trouxeram temáticas interessantes e algumas sequências interessantes. Com “Warcraft” será esperado o mesmo, e esta excursão ao género de Fantasia poderá dar mais liberdade ao realizador para desenvolver a sua visão por novos mundos e estéticas.

Estreia: 9 de Junho

Kubo and the Two Strings – Travis Knight

Para quem gostou de “Coraline”, “Paranorman” e “Boxtrolls”, “Kubo…” promete ser igualmente bom. A Laika tem sido uma das produtoras independentes que mais sucesso tem tido e a beleza das suas animações é justificação mais do que suficiente para isso.

Estreia: Ainda sem data nacional

Moana – Ron Clements e John Musker

Um filme de animação da Disney é sempre um evento. Em “Moana”, a companhia do Rato Mickey vai explorar os contos dos povos do Pacífico Sul, bem como as suas paisagens. Ainda não há trailer para este filme mas a dupla de realizadores é responsável por filmes como “A Pequena Sereia”, “Aladin”, “Hércules” e “A Princesa e o Sapo”, deixando por isso a promessa de algo igualmente interessante.

Estreia: 24 de Novembro

The BFG – Steven Spielberg

“The BFG” é o regresso de Spielberg aos filmes familiares desde que “Tintin” estreou nos cinemas. Desta vez o realizador adaptou a obra de Roald Dahl sobre um Gigante simpático que decide ajudar a humanidade e protege-los dos outros gigantes mais esfomeados e não tão simpáticos.

Estreia: 14 de Julho

Knight of Cups – Terrence Malick

“Knight of Cups” tem circulado os festivais de Cinema por este mundo fora e embora as criticas não estejam a ser totalmente positivas, um filme do Terrence Malick é sempre um acontecimento para ser presenciado na grande tela. Fica o trailer para falar por si.

Estreia: 21 de Janeiro

The Revenant – Alejandro Iñarritu

Um dos favoritos aos próximos Óscares e um os filmes que mais fez correr tinta. Iñarritu fez com que a sua equipa de rodagem se refugiasse nas montanhas cobertas de neve sob condições extremas para fazer aquele que é um dos filmes mais promissores do ano.

Estreia: 21 de Janeiro

The Jungle Book – Jon Favreau

Existem duas adaptações d’ “O Livro da Selva” a estrear este ano. Uma que está a ser realizada por Andy Serkis e esta, realizada por Jon Favreau, que está a ganhar a corrida no que toca a expectativa. O trailer promete uma aventura bastante realista num mundo criado quase inteiramente por animação (apenas o actor que faz de Mowgli é real neste filme) e acima de tudo, bastante entusiasmante.

Estreia: 14 de Abril

Bridget Jones’s baby – Sharon Maguire

“O Diário de Bridget Jones” foi um sucesso tanto de critica como de bilheteira e transformou Renée Zellweger numa das caras mais famosas de Hollywood (e até lhe deu uma nomeação ao Óscar de Melhor Actriz). A sequela desse filme não teve tanta sorte e chegou mesmo a ser bastante criticado, no entanto, Zellweger está de volta com a sua Bridget Jones, trazendo com elas Colin Firth e Patrick Dempsey para as acompanhar enquanto Bridget entra nos seus 40 anos, criando algum interesse por parte dos fãs de uma boa comédia romântica.

Estreia: 22 de Abril no Reino Unido

Hail, Caesar! – Irmãos Coen

O novo filme dos Irmãos Coen é sempre um dos mais esperados. Claro que este não é a excepção.

Estreia: 25 de Fevereiro

Alice Through The Looking Glass – James Bobin

A versão de Tim Burton de “Alice no País das Maravilhas” não é um dos filmes mais amados por parte da crítica, o que não significa que o filme tenha conquistado a sua base considerável de fãs. O elenco do primeiro filme regressou todo para a sequela e trouxeram ainda Sacha Baron Cohen para representar o novo vilão. O trailer parece interessante.

Estreia: 9 de Junho

Zoolander No2 – Ben Stiller

Zoolander é uma das comédias mais surpreendentes a alguma vez sair de Hollywood e, como tudo o que faz sucesso, por muito que tarde acaba sempre por haver uma sequela. De qualquer das formas, um pouco de “Blue Steel” não pode nunca vir em demasia.

Estreia: 18 de Fevereiro

Fantastic Beasts and Where to Find Them – David Yates

O Universo mágico criado por J.K. Rowling, bem como a sua adaptação ao Cinema é apenas um dos mais queridos e lucrativos. Tendo isso em conta, é claro que este filme, que será uma espécie de Spin-off, irá encher muitas salas de cinema por este mundo fora.

Estreia: 17 de Novembro

The Legend of Tarzan – David Yates

Confesso; sou adepto dos livros de Edgar Rice Burroughs, principalmente todos aqueles que envolvem as aventuras de Tarzan, o rei dos primatas. Mas mesmo pondo isso de parte, este filme tem tudo para dar certo, desde o realizador de “Harry Potter” até ao elenco composto por Alexander Skarsgard, Samuel L. Jackson, Christopher Waltz, Margot Robbie e John Hurt, entre muitos outros nomes de interesse.

Estreia: 1 de Julho nos Estados Unidos

Kung Fu Panda 3 – Alessandro Carloni e Jennifer Yuh

“Kung Fu Panda” foi uma das mais agradáveis surpresas por parte da equipa de animação da Dreamworks, e a sequela foi ainda melhor. Tudo o que é demais pode enjoar mas o certo é que o trailer promete mais um belo filme de animação com muita acção e momentos cómicos.

Estreia: 17 de Março

Finding Dory – Andrew Stanton, Angus MacLane

Outra sequela de um excelente filme de animação que conquistou tanto o público como a crítica. A grande diferença entre esta e outras sequelas é que esta tem sido pedida há muito pelos fãs de “Finding Nemo”.

Estreia: 14 de Julho

Carol – Todd Haynes

Carol é um dos melhores filmes de 2015. Cate Blanchet e Rooney Mara fizeram um trabalho fantástico, que o digam a quantidade de prémios que ambas têm ganho. Carol foi recebido com grandes criticas por todos os festivais por onde passou e não tarda nada o grande público em Portugal terá oportunidade para ver este filme com os seus próprios olhos.

Estreia:  4 de Fevereiro

Love – Gaspar Noé

Mais um dos filmes mais interessantes de 2015 e vai chegar com atraso ao nosso país. Já tive oportunidade de ver e, apesar de não ser para todos os públicos (o realizador é bastante aberto na forma como aborda as cenas de sexo) é certamente algo que tem que ser visto. Gaspar Noé mais uma vez a provar que é um realizador como poucos.

Estreia: 11 de Fevereiro

Mon Roi – Meiwenn Besco

Meiwenn realizou o aclamado “Polisse” em 2011 e agora regressou com “Mon Roi”, num singular filme sobre uma tumultuosa situação na vida de uma mulher. Mais um filme que foi bem recebido este ano em Cannes.

Estreia: 3 de Março

Saul Fia – László Nemes

Este filme húngaro ganhou o “Grand Prix” e o prémio FIPRESCI em Cannes, bem como um numero grande (e que continua a crescer) de outros prémios. É um filme passado em Auschwitz, no auge da Segunda Guerra Mundial e que abandona todos os melodramas e clichés esperados de um filme passado num campo de concentração para se focar numa profunda humanidade e honestidade que chamam a atenção de qualquer um.

Estreia – 28 de Janeiro

Shan he gu ren (Quando as Montanhas se Afastam) – Zangke Jia

Assim de repente não me vem nenhum festival há memória onde Zagke Jia não tenha ainda ganho prémios e este seu novo filme está também a ser bem recebido. O filme trata a relação de Tao com Zhang e Liangzi, os seus dois pretendentes. Com o passar do tempo Tao escolhe casar com Zhang, que calha em ser mais abastado que o seu concorrente. Tao vê então a sua vida ser folheada neste filme ao longo de três períodos da sua vida muito afastados temporalmente, mostrando-nos todas as mudanças e consequências que as suas escolhas causam.

Estreia: 3 de Março

Assassina – Hou Hsiao-Hsien

Este é outro filme desta lista que já tive o prazer de ver. Como adepto de filmes de artes marciais fiquei satisfeito mas como adepto de um bom filme em geral, este filme tem tudo. Visualmente belo e bem realizado. As coreografias são por vezes geniais e a banda sonora fica na memória. Claramente no meu Top 5 dos grandes filmes de este ano e não deve ser perdido quando estrear em Portugal.

Estreia: 7 de Janeiro

Anomalisa – Duke Johnson, Charlie kaufman

Os filmes de Charlie Kaufman são sempre algo que roça o genial, principalmente quando realizados por um realizador mais experiente e mais inclinado para a linguagem visual (“Synecdoche, New York” é prova disso mesmo) e aqui em “Anomalisa” parece ser o regresso a essa formula vencedora, Kaufman une-se a um dos realizadores de animação com fantoches mais criativos do momento e traz com sigo o que parece ser mais uma das suas pungentes narrativas.

Estreia: 21 de Janeiro

Where to Invade Next – Michael Moore

Os documentários de Michael Moore dão sempre que falar, mesmo quando o famoso documentarista americano não está nos seus momentos mais inspirados, os seus trabalhos vão sempre à procura de respostas incómodas e fundamentais. “Where to Invade Next” já teve a sua quota parte de problemas, principalmente nos Estados Unidos, e a isso se deve a sequência do filme que aborda a forma como o governo português tem lidado com as drogas no nosso país. Vale sempre a pena quanto mais não seja pela curiosidade de ouvir o que Moore tem a dizer sobre nós.

Estreia: 12 de Fevereiro nos Estados Unidos

The Witch – Robert Eggers

Eggers recebeu o prémio de “Melhor Realizador” em Sundance e este filme tem sido considerado como um dos melhores filmes do ano. O facto de ser também um filme de Terror é um grande atractivo para os fãs do género. A única coisa em falta é saber quando é que “The Witch” estreia em Portugal.

Estreia: 26 de Fevereiro nos Estados Unidos

Ghostbusters – Paul Feig

Quem é que vão chamar? Se fosse nos anos 80, a chamada iria para Dan Akroyd, Bill Murray, Harold Ramis e Ernie Hudson, mas hoje em dia as Ghostbusters são um grupo de  mulheres lideradas por Kristen Wigg e Melissa McCarthy. Reboots são por norma algo do qual não se pode esperar muito, mas a equipa por detrás de “Ghostbusters” 2016 já deu inúmeras provas das suas capacidades na comédia, e Paul Fieg tem, enquanto realizador do género, um muito respeitável curriculum.

Estreia: 14 de Julho

Comoara – Corneliu Porumbiou

Mais um filme que tem arrebatado prémios, inclusive na secção “Un Certain Regard” em Cannes. De vez em quando saem umas obras-primas da Roménia e este filme é sem dúvida uma delas.

Estreia: Ainda sem data de estreia nacional

Right Now, Wrong Then – Sang-Soo Hong

Sang-Soo Hong é um dos realizadores orientais mais interessantes no momento e os seus filmes têm ganho prémios pelo mundo todo, Righ Now, Wrong Then segue essa tradição. O filme é uma história romântica sobre como duas pessoas se conhecem dividida em duas secções de uma hora cada; uma hora sobre a perspectiva de um, e depois uma hora sobre a perspectiva de outro.

Estreia: 14 de Janeiro

Outras Estreias (com data):

Dheepan, de Jacques Audiard (14 janeiro)

O Caso Spotlight, de Thomas McCarthy (28 janeiro)

The Hateful Eight, de Quentin Tarantino (4 fevereiro)

Zootrópolis, de Byron Howard, Rich Moore (3 março)

John From, de João Nicolau (3 março)

Taklub, de Brillante Mendoza (7 abril)

The Smell of Us, de Larry Clark (28 abril)

Angry Birds, de Fergal Reilly, Clay Kaytis (1 junho)

Outras Estreias (sem data):

Race, de Stephen Hopkins

Assassin’s Creed, de Justin Kurzel

Silêncio, de Martin Scorsese

The Free State of Jones, de Gary Ross

Porto Mon Amour, de Gabe Klinger

La corrispondenza, de Giuseppe Tornatore

Midnight Special, de Jeff Nichols

Julieta, de Pedro Almodóvar

Christine, de Antonio Campos

The Death and Life of John F. Donovan, de Xavier Dolan

 

Fica a certeza que existem muitos outros filmes que merecem especial atenção para 2016, a grande questão é, sejam estes filmes ou outros não aqui listados, o importante é ver cinema.