Óscares 2020: Vencedores

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood premiou “Parasitas” como o Melhor Filme da 92.ª edição dos Óscares. A Academia surpreendeu ao atribuir quatro Óscares a “Parasitas”, filme vencedor da Palma de Ouro em Cannes 2019. Este é o décimo primeiro filme de língua não inglesa a ser nomeado para Melhor Filme e o sexto a ser nomeado para Melhor Filme Internacional e para Melhor Filme ao mesmo tempo.

“Parasitas”, um dos filmes mais badalados e curiosos do ano e talvez da década, sobre a injustiça social através de uma alegórica luta de classes, fez história nos Óscares ao ser o primeiro filme de língua não inglesa a vencer a categoria de Melhor Filme. Venceu ainda as categorias de Melhor Realizador (Bong Joon Ho), Melhor Filme Internacional e Melhor Argumento Original. Com um orçamento de cerca de 11 milhões de dólares, é o primeiro vencedor da Palma de Ouro a vencer o Óscar de Melhor Filme desde “Marty” (1955), de Delbert Mann.

Tudo indicava que seria Sam Mendes o vencedor desta categoria, mas a Academia premiou o cineasta sul coreano. Apesar do favoritismo, “1917” venceu apenas nas categorias técnicas (Melhor Fotografia, Melhor Mistura de Som e Melhores Efeitos Visuais.

“Era Uma Vez em… Hollywood” venceu os Óscares de Melhor Ator Secundário e Melhor Design de Produção. “Joker”, que liderava com onze nomeações, venceu também em duas categorias, Melhor Banda Sonora e Melhor Ator. Joaquin Phoenix fez o discurso mais político da noite, mencionando a luta contra o racismo, a igualdade de género, os direitos dos animais e os direitos LGBT.

“Le Mans ’66: O Duelo” venceu nas categorias de Melhor Montagem e Melhor Edição de Som. Sem qualquer surpresa Renée Zellweger venceu o Óscar de Melhor Atriz, por “Judy”, Laura Dern o Óscar de Melhor Atriz Secundária, por “Marriage Story”,“Jojo Rabbit” venceu o Óscar de Melhor Argumento Adaptado (Taika Waititi). O Óscar de Melhor Filme de Animação foi para a Disney/Pixar, por “Toy Story 4”. O grande derrotado da noite foi “O Irlandês”, de Martin Scorsese, que, com dez nomeações, não venceu nenhum prémio, ficando a Netflix de mãos a abanar.

Durante a cerimónia houve o habitual momento de homenagem aos que morreram em 2019 e foi anunciado que o Museu da Academia vai abrir em 14 de dezembro de 2020.

Vencedores

Melhor Filme
Parasite

Melhor Realizador
Parasite, de Bong Joon Ho

Melhor Ator
Joaquin Phoenix, em Joker

Melhor Atriz
Renée Zellweger, em Judy

Melhor Ator Secundário
Brad Pitt, em Once Upon a Time… in Hollywood

Melhor Atriz Secundária
Laura Dern, em Marriage Story

Melhor Argumento Original
Parasite, por Bong Joon Ho, Han Jin Won

Melhor Argumento Adaptado
Jojo Rabbit, por Taika Waititi

Melhor Filme de Animação
Toy Story 4

Melhor Filme Internacional
Parasite – Coreia do Sul

Melhor Documentário
American Factory

Melhor Design de Produção
Once Upon a Time… in Hollywood

Melhor Fotografia
1917, por Roger Deakins

Melhor Guarda-Roupa
Little Women

Melhor Montagem
Ford V Ferrari

Melhor Maquilhagem e Cabelo
Bombshell

Melhor Banda Sonora Original
Joker, por Hildur Gudnadottir

Melhor Canção Original
“(I’m Gonna) Love Me Again”, de Rocketman

Melhor Edição de Som
Ford V Ferrari

Melhor Mistura de Som
1917

Melhores Efeitos Visuais
1917

Melhor Curta de Animação
Hair Love

Melhor Curta Imagem Real
The Neighbors’ Window

Melhor Curta Documental
Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)