A Pixar volta a trazer-nos mais uma das suas incríveis histórias animadas, com «Up – Altamente» (2009), de Pete Docter. Depois de nove grandes sucessos, «Wall-E» (2008 ), «Ratatui» (2007), «Carros» (2006), «The Incredibles: Os Super Heróis» (2004), «À Procura de Nemo» (2003),«Monstros e Companhia» (2001), «Uma Vida de Insecto» (1998 ) e «Toy Story 1 e 2» (1995/1998 ), a Pixar continua a ser capaz de nos fazer sonhar e surpreender comos seus fantásticos filmes. Agora, chega a vez da décima longa-metragem, feita em parceria com a Pixar/Disney, em «Up – Altamente», a 3D. «Up-Altamente» conseguiu entrar à maneira de “pompa e circunstância” para a ribalta, com a sua estreia na abertura do 62º Festival de Cannes. Sendo este o primeiro filme animado a abrir o mais importante festival do mundo.

A história é sobre um viúvo de 78 anos, Carl Fredrickson, que é ameaçado de ser despejado de casa e colocado num lar de idosos. Carl decide cumprir a promessa que fez à sua falecida mulher, Ellie, de viajar para a América do Sul e explorar as montanhas. Para tal, ata uma centena de balões à sua casa e fá-la voar pelo ar. Acontece que, sem Carl dar conta, dá boleia a um jovem escuteiro de oito anos. Os dois partem na casa voadora e irão viver grandes aventuras, juntos. Onde irão conhecer um cão que fala por uma coleira e uma ave gigante, nas magníficas paisagens da América do Sul.

Esta nova aventura da Pixar tem algumas diferenças, em relação aos outros filmes da Pixar, pelo facto dos protagonistas não serem animais, mas sim pessoas. Os animais não falam, ao contrário de outros filmes. «Up!» é também uma animação para adultos, pois carrega uma forte carga dramática humana, que muitos filmes de animação não conseguem. Este filme tem cerca de uma hora e meia de duração, o que para uma animação não é comum. «Up!» consegue ter, às vezes, um ritmo calmo, o que não é mau de todo, pelo contrário. Foi um risco muito grande, para a Pixar, fazer um filme para crianças, com uma personagem velha e rabugenta e ter uma duração de hora e meia.

A Banda Sonora é composta por Michael Giacchino e é sem dúvida uma das melhores bandas sonoras de Giacchino. Ao ouvirmos esta magnifica música durante o filme, faz com que consigamos mesmo  voar, passar pelas suaves nuvens e ver a magnífica paisagem que a Pixar criou, da América do Sul. É de salientar que este filme, a 3D, foi um sucesso mundial, sendo que em Portugal foi visto por mais de 353 mil espectadores, à terceira semana de exibição (fonte: ICA). «Up!» é candidato aos Óscares de, Melhor Filme, Melhor Edição de Som, Melhor Banda Sonora e Melhor Filme de Animação, sendo um forte candidato para estas duas últimas categorias.

Pixar, é sinónimo de sucesso. Só mesmo a Pixar/Disney para conseguirem criar histórias com tanta alma. A Pixar está de parabéns, conseguiu, ao décimo filme, criar uma bela obra artística. «Up – Altamente» passou a ser mais uma marca do estúdio!

Realização: Pete Docter, Bob Peterson

Argumento: Bob Peterson

Elenco: 

EUA/2009 – Animação

Sinopse: Uma comédia de aventuras da Disney Pixar sobre um vendedor de balões de 78 anos, chamado Carl Fredricksen, que, finalmente, realiza o sonho da sua vida, quando prende milhares de balões à sua casa e consegue voar à descoberta da América do Sul. Mas ele vai perceber, tarde demais, que o seu maior pesadelo também embarcou nesta viagem… Um explorador da natureza, super optimista, de 8 anos chamado Russel!

 

«Up - Altamente!» - Um Filme Altamente!
4.0Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos