Começa hoje a 76.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, o mais antigo festival de cinema do mundo, com a estreia de “La vérité”, de Hirokazu Koreeda, na Sala Grande do Palazzo del Cinema, drama protagonizado por Catherine Deneuve, Juliette Binoche e Ethan Hawke.

Fabienne (Deneuve) é uma estrela do cinema francês. Quando ela publica as suas memórias, a sua filha (Binoche) regressa de Nova York com o marido, interpretado por Ethan Hawke, para o lançamento. A reunião logo se torna conflituosa à medida que a verdadeira história das suas vidas surge.

O cineasta japonês, que venceu em 2018 a Palma de Ouro do Festival de Cannes pelo filme Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões”, marcou presença no Festival de Veneza em 2017 com “O Terceiro Assassinato” e em 1995 “Maboroshi no hikari”, ambos nomeados para o Leão de Ouro.

A Herdade

A seleção oficial a competir pelo Leão de Ouro é composta por 21 filmes, como: “La vérité”, de Hirokazu Koreeda, “About Endlessness”, de Roy Andersson, “Wasp Network”, de Olivier Assayas, “Ema”, de Pablo Larraín, “An Officer and a Spy”, de Roman Polanski, “The Laundromat”, de Steven Soderbergh, e “Ad Astra”, de James Gray.

Portugal vai também competir pelo Leão de Ouro, com o filme “A Herdade”, de Tiago Guedes, produzido por Paulo Branco. A última vez que um filme português fora seleccionado para a Selecção Oficial de Veneza foi há 14 anos, com “O Fatalista”, de João Botelho, também produzido por Paulo Branco, e “Espelho Mágico”, de Manoel de Oliveira, ambos em 2005.

Escrito por Rui Cardoso Martins, “A Herdade” acompanha uma a vida de uma família proprietária de um dos maiores latifúndios da Europa, na margem sul do rio Tejo. Mergulha nos segredos da sua Herdade, fazendo o retrato da vida histórica, política, social e financeira de Portugal, dos anos 40, atravessando a revolução do 25 de abril e até aos dias de hoje.

Uma co-produção entre a Leopardo Filmes e a Alfama Films Production, o filme reúne um elenco de luxo: João Pedro Mamede, Beatriz Brás, Rodrigo Tomás, Ana Vilela da Costa, João Vicente, Diogo Dória, Ana Bustorff, Teresa Madruga, Victoria Guerra, Filipe Vargas e Luís Garcia.

“A Herdade” estreia a 19 de setembro nas salas de cinema nacionais e será posteriormente exibida em forma de mini-série de três episódios na RTP1.

Selecção Oficial – Competição
The Truth – Hirokazu Kore-eda (França/Japão) (filme de abertura)
The Perfect Candidate – Haifaa Al-Mansour (Arabia Saudita/Alemanha)
About Endlessness – Roy Andersson (Suécia/Alemanha/Noruega)
Wasp Network – Olivier Assayas (França/Bélgica)
Marriage Story – Noah Baumbach (EUA)
Guest of Honour – Atom Egoyan (Canada)
Ad Astra – James Gray (EUA)
A herdade – Tiago Guedes (Portugal/França)
Gloria Mundi – Robert Guédiguian (França/Itália)
Waiting for the Barbarians – Ciro Guerra (EUA/Itália)
Ema – Pablo Larraín (Chile)
Saturday Fiction (Lan xin da ju yuan) – Lou Ye (China)
Martin Eden – Pietro Marcello (Itália/França)
La mafia non è più quella di una volta – Franco Maresco (Itália)
The Painted Bird – Václav Marhoul (República Checa/Ucrânia/Eslováquia)
Il sindaco del Rione Sanità – Mario Martone (Itália)
Babyteeth – Shannon Murphy (Austrália)
Joker – Todd Phillips (EUA)
An Officer and a Spy – Roman Polanski (França/Itália)
The Laundromat – Steven Soderbergh (EUA)
No. 7 Cherry Lane (Ji yuan tai qi hao) – Yonfan (Hong Kong)