Em 1969 realizou-se, nos E.U.A., o maior evento cultural e politico do século XX. Isto porque juntou grandes nomes da música dessa altura e  porque foi a maior manifestação pacífica contra a guerra no Vietname. Em 1970 estreia o documentário desse evento, o qual, realizado por Michael Wadleigh, tem mais de três horas de imagem e de música.

Foram três dias de Paz, Música e Amor. Cerca de 1 Milhão de pessoas estiveram presentes em Woodstock. Sendo, que metade não pagou o bilhete, pois os organizadores decidiram que os bilhetes eram grátis, logo no 1º dia, no momento em que as pessoas começaram a saltar a vedação do recinto. Este facto fez com que Woodstock fosse também o Festival com maior prejuízo de sempre. Foram três dias em que as pessoas, andavam nuas, dormiam no chão, faziam amor em qualquer lado, brincavam na lama, fumavam drogas leves e eram todas iguais. No 1º dia, a organização informou as pessoas com o seguinte aviso: “recebi um aviso, que podem duvidar se quiserem, que o ácido que está a circular por aqui não é muito bom. Sugerimos que não tomem, mas a viagem é vossa, lembrem-se de que foram avisados”. Durante todo o evento só morreram 2 pessoas, uma por overdose e outra atropelada por um tractor, enquanto dormia no campo. O evento foi realizado numa quinta de vacas, numa pequena cidade, Bethel, no estado de Nova Iorque. Toda a área à volta do festival, foi declarada Área de Calamidade!

No evento participaram músicos e bandas muito conhecidas na altura,tais como: Joan Baez (que na altura estava grávida e tinha o marido na cadeia, dedicando-lhe uma música), Joe Cocker, Jimi Hendrix, Santana, Sha-Na-Na, Janis Joplin, The Who, Tim Hardin, Richie Havens, Country Joe McDonald, Johnny Wintere muitos outros.

A realização deste filme é muito experimental e inovadora para aaltura. Iremos sempre recordar este filme por usar três ou mais planos ao mesmo tempo no enquadramento. A montagem é muito boa, cheia de “jogos” de transição dos planos. A fotografia também é boa, para as condições em que foi filmado. A equipa era composta por vários operadores de câmara que estavam espalhados pelo recinto do festival para filmarem tudo. Martin Scorsese foi um dos membros da equipa, assistente de realização e montagem. Devem ser milhares de metros de película que não foram usados para o filme. Talvez um dia saia uma edição especial com tudo o que foi filmado nesses três dias.

Em 1971, Woodstock foi nomeado para os Óscares de Melhor Som, Melhor Montagem e Melhor Documentário, tendo ganho o Óscar de Melhor Documentário. Um documentário fabuloso que mostra como foram os três dias mais loucos de sempre, em que as palavras de ordem eram “Paz, Música & Amor”.

Realização: Michael Wadleigh

Argumento: Michael Wadleigh

Elenco: 

EUA/1970 – Documentário

Sinopse: Um documentário vencedor do Óscar da Academia® e, segundo muitos, o melhor filme de sempre sobre um concerto ao conseguir ilustrar a forma como decorreu o lendário festival de 1969.

«Woodstock - Três dias de Paz, Música & Amor» - O Maior Festival do Mundo!
5.0Valor Total
Votação do Leitor 0 Votos