3   +   10   =  

A 17ª Festa do Cinema Francês arranca já no próximo dia 6 outubro em Lisboa e termina a 13 de novembro em Setúbal. Organizado pela Embaixada de França, o Institut Français du Portugal e a rede da Alliances Françaises em Portugal, a 17ª edição do evento dedicado ao cinema francês vai contar com 68 filmes na sua programação, em 11 cidades.

A madrinha desta edição será a realizadora francesa Anne Fontaine, “que tem uma relação muito especial com Portugal e que partilhará com o público uma selecção de filmes do seu percurso enquanto realizadora, bem como o seu novo filme ‘As Inocentes’. A realizadora será também homenageada através de um ciclo que conta com 5 longas-metragens da sua vasta e eclética carreira como realizadora.

A 17ª edição apresenta 25 antestreias das quais se destacam “Cézanne e Eu”  de Danièle Thompson, “As Inocentes” de Anne Fontaine, “Tão Só o Fim do Mundo” de Xavier Dolan, “Les Malherus de Sophie” de Christophe Honoré e “Uma Viagem pelo Cinema Francês com Bertrand Tavernier” de Bertrand Tavernier.

A sessão de abertura acontece a 6 de outubro em Lisboa, às 21h, no Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira, com a presença da realizadora Danièle Thompson, que irá apresentar o seu primeiro filme de época “Cézanne e Eu”. Este filme retrata a vida e a amizade de duas figuras incontornáveis da vida cultural e artística francesa.

A RTP patrocina este ano o Prémio do Público, que dá a oportunidade ao filme escolhido pelos espectadores da Festa do Cinema Francês, de poder ampliar a promoção do mesmo quando acontecer a sua estreia comercial. Os filmes a concurso são: “As Inocentes” de Anne Fontaine, “Cézanne e Eu” de Danièle Thompson, “Amor Eterno” de Tran Anh Hung“Bem Vindos… Mas Não Muito” de Alexandra Leclère.

“Uma outra grande figura do cinema francês, Bertrand Tavernier, nos acompanhará em ‘Uma Viagem pelo Cinema Francês com Bertrand Tavernier’. Este documentário será o ponto de partida de um ciclo apresentado na Cinemateca Portuguesa a partir do dia 8 de outubro, e que nos permitirá redescobrir o cinema francês através do olhar do realizador.”. Serão exibidos dez filmes evocados pelo realizador e ex-crítico Bertrand Tavernier, alguns grandes clássicos, de Jacques Becker e Jean Renoir.

“A Festa do Cinema Francês cria este ano um espaço particular dedicado aos filmes independentes em parceria com a Association du Cinéma Indépendant pour sa Diffusion (ACID), promovendo assim a pluralidade de olhares e a diversidade na programação desta edição. Esta parceria convida ainda o público para conversas com os realizadores Sébastien Betbeder, Marielle Gautier, Wissam Charaf, e Fabianny Deschamps durante as masterclasses, transformando o festival num ponto de encontro e de partilha de experiências.”

A secção Universo da Animação apresenta dois programas de curtas-metragens do Festival de Annecy e quatro longas-metragens, entre as quais “La Tortue Rogue” de Michael Dudok de Wit, dos estúdios Ghibli, não pode ser esquecida.

Depois de Lisboa, a 17ª edição da Festa do Cinema Francês vai passar por Almada (12-16 out), Leiria (16-18 out), Coimbra (19-23 out), Porto (24-30 out), Viana do Castelo (25 e 26 out), Faro (1-4 nov), Seixal (2-5 nov), Aveiro (4 e 5 nov), Beja (8-12 nov) e Setúbal (11-13 nov).

PROGRAMA
Antestreias
21 Nuits Avec Pattie, de Jean-Marie e Arnaud Larrieu
As Inocentes, de Anne Fontaine
Cézanne e Eu, de Danièle Thompson
Des Apaches, de Nassim Amaouche
Des Nouvelle de la Planète Mars, de Dominik Moll
Diamant Noir, de Arthur Harari
Amor Eterno, de Iran Anh Hung
Jamais Contente, de Émilie Deleuze
Je Ne Suis Pas Un Salaud, de Emmanuel Finkiel
Tão Só o Fim do Mundo, de Xavier Dolan
La Belle Saison, de Catherine Corsini
La Danseuse, de Stéphanie Di Giusto
La Los de La Jungle, de Antonin Peretjatko
La Vid Très Privée de Monsieur Sim, de Michel Leclerc
Le Grand Jeu, de Nicolas Pariser
Bem Vindos… Mas Não Muito, de Alexandra Leclère
L’Effet Aquatique, de Solveig Anspach
Lee Malheurs de Sophie, de Christophe Honoré
Lee Ogres, de Léa Fehner
Marie et las Naufragés, de Sébastien Betbeder
Terre Battue, de Stéphane Demoustier
The End, de Guillaume Nicloux
Tout de Suite Maintenant, de Pascal Bonitzer
Victoria, de Justine Triet
Uma Viagem pelo Cinema Francês com Bertrand Tavernier, de Bertrand Tavernier

Prémio Público
As Inocentes, de Anne Fontaine
Cézanne e Eu, de Danièle Thompson
Amor Eterno, de Tran Anh Hung
Bem Vindos… Mas Não Muito, de Alexandra Leclère

Anne Fontaine – A Madrinha
Entre Ses Mains
Gemma Bovery
Mon Pire Cauchemar / O Meu Pior Pesadelo
Nettoyage À Sec
Perfect Mothers / Paixões Proibidas

Ciclo ACID
Isola, de Fabianny Deschamps
La Jeune Fille Sans Mains, de Sébastien Laudenbach
Le Voyage au Groenland, de Sébastien Betbeder
Swagger, de Olivier Babinet
Tombé du Ciel, de Wissam Charaf
Willy 1er, de Ludovic e Zoran Boukherma, Marielle Gautier, Hugo P. Thomas

Uma Viagem Pelo Cinema Francês com Bertrand Tavernier
Allô Berlin? Ici Paris!, de Julian Duvivier
Cet Homme est Dangereux, de Jean Sacha
Classe Tous Riques, de Claude Sautet
Deux Hommes Dans Manhattan, de Jean-Pierre Melville
L’Ceil Du Malin, de Claude Chabrol
La Fille de D’Artagnan, de Bertrand Tavernier
La Nuit est Mon Royaume, de Georges Lacombe
La Première Séance, de Philippe Truffault
Falbalas, de Jacques Becker
Le Crime de Monsieur Lange, de Jean Renoir
Le Garçon Sauvage, de Jean Delannoy

Universo da Animação
Programa Festival Annecy 1
Programa Festival Annecy 2
Tout en haut du Monde, de Remis Chayé
Louise en Tiver, de Jean-François Laguionie
La Tortue Rouge, de Michael Dudok de Wit
Gus Petit oiseau, Grand Voyage, de Christian De Vita

Programa Paralelo …Na RTP2
05 outubro – 23h05 – Mondovino de Jonathan Nossiter
12 outubro – 23h05 – As Nuvens de Sils Maria, de Olivier Assayas
19 outubro – 23h05 – Os Anjos Exterminadores, de Jean-Claude Brisseau
26 outubro – 23h05 – Diário de uma Criada de Quarto, de Benoît Jacquot

Programa Paralelo …No Canal Cinemundo (Segunda-feira, 03 de outubro)
12h20 – Uma Aldeia Quase Perfeita!, de Stéphane Meunier
14h – E Viveram Felizes Para Sempre…?, de Agnès Jaoui
16h – Seguranças de Alto Risco, de Tristan Aurouet
17h30 – E Se Vivêssemos Todos Juntos?, de Stéphane Robelin
19h10 – O Preço da Fama, de Xavier Beauvois
21h – Um Momento de Perdição, de Jean-François Richet
22h50 – Um Longo Domingo de Noivado, de Jean-Pierre Jeunet

festa-do-cinema-frances-2016_2

Fonte: Festa do Cinema Francês