O ano de 2012 está prestes a terminar, apesar de ainda faltarem 40 dias, e os tops 10 dos melhores filmes do ano começam a ser criados. A revista francesa Cahiers du Cinéma já revelou o seu Top 10 de melhores filmes de 2012, colocando em primeiro lugar, “Holy Motors” do francês Leos Carax (estreia em Portugal a 3 de janeiro de 2013). O filme de Carax esteve em competição na selecção oficial do Festival de Cannes 2012 e segundo este, “Holy Motors” será “«Certamente o filme mais barrado da selecção» segundo Thierry Frémaux, Holy Motors anuncia-se como uma experiência, um poema visual, um filme de chaves. É igualmente uma homenagem ao cinema, com nomeadamente Edith Scob, fugida de Yeux sans visage de Georges Franju.”. Em segundo lugar ficou “Cosmopolis”, realizado por David Cronenberg e co-produzido por Paulo Branco, que segundo o ICA o filme é português. Outro filme português no top 10 é “Tabu”, a obra prima de Miguel Gomes, que venceu dois prémios no Festival de Berlim 2012. Surpresa das surpresas é a ausência de “Amour” de Michael Haneke, que venceu a Palma de Ouro em Cannes 2012 e é apontado como um favorito aos Óscares 2013.

 

1. Holy Motors, de Leos Carax

2. Cosmopolis, de David Cronenberg

3. Twixt, de Francis Ford Coppola

4. 4:44 Last day on earth, de Abel Ferrara

4. In another country, de Hong Sang-Soo

4. Take shelter, de Jeff Nichols

7. Go go tales, de Abel Ferrara

8. Tabu, de Miguel Gomes

9. Faust, de Alexander Sokurov

10. Keep the lights on, de Ira Sachs

 

Para comparar aqui fica a lista Cahiers Top 10 2011:

1. Habemus Papam, de Nanni Moretti

2. O Estranho Caso de Angélica, de Manoel de Oliveira

3. The Tree of Life, de Terrence Malick

4. Hors Satan, de Bruno Dumont

5. Essential Killing, de Jerzy Skolimowski

6. Melancholia, de Lars von Trier

7. Un été brûlant, de Philippe Garrel

8. Super 8, de J. J. Abrams

9. L’Apollonide, de Bertrand Bonello

10. Meek’s Cutoff, de Kelly Reichardt