Cannes 2011 abriu com as palavras de Bernardo Bertolucci “Declaro il Festivale di Cannes aperto. Declaro o Festival de Cannes aberto”. 

Começou ontem o maior acontecimento cinematográfico do mundo, o maior festival de cinema do mundo, Cannes, que já vai na sua 64ª edição. Durante doze dias o mundo inteiro vai estar atento ao que se passa numa cidade do sul da França, Cannes. Jornalistas, fotógrafos, paparazzis, críticos, cineastas, actores, amantes da 7ª arte, de todo o mundo, vem a Cannes à procura de glamour, grandes celebridades, bons filmes, mas sobretudo ver a qualidade dos melhores filmes que se tem feito no cinema de todo o mundo.

 

Cannes 2011 abriu, como de costume, no palco do Grand Théâtre Lumière, apresentado pela actriz francesa, Mélanie Laurent, que estava muito bem disposta e orgulhosa por poder apresentar este grande festival. Mélanie apresentou o júri, que entrou no palco e se sentou nos seus devidos lugares. O júri, presidido por Robert de Niro, é composto porOlivier Assayas (Realizador – França), Linn Ullmann (Crítica, Escritora – Noruega), Marina Gusman (Actriz, Produtora – Argentina), Mahamat S. Haroun (Realizador – Chade), Nansun Shi (Produtora – China), Johnnie To(Realizador, Produtor – China), Uma Thurman (Actriz, Argumentista, Produtora – EUA) e Jude Law (Actor – Inglaterra). Robert de Niro é o último a entrar no palco e é muito aplaudido por todo o público presente, sendo que este agradece dizendo “Obrigado por me terem convidado para Presidente do Júri do 64º Festival de Cannes. Espero fazer um bom trabalho, obrigado uma vez mais”. Jamie Cullum entra em palco para fazer uma primeira homenagem musical a Robert de Niro e à sua cidade de origem, Nova Iorque.

 

De seguida, é feita a homenagem a Bernardo Bertolucci que recebeu a primeira Palma de Honra do Festival de Cannes, abrindo assim, oficialmente a 64ª edição do Festival de Cannes. Bertolucci, que entra no palco de cadeira de rodas, recebeu uma enorme ovação e disse “Eu esperei um pouco, vou ter minha Palma de Ouro”. O cineasta italiano ainda disse que “Gostaria de dedicar esta honra a Woody Allen e a Bobby de Niro. Gostaria também de a dedicar aos Italianos que têm a coragem de lutar, de criticar e de se indignar”.

 

O dia terminou com a projecção do novo filme de Woody Allen“Midnight in Paris” que foi muito bem aceite e aplaudido. O filme é visto como uma canção de amor à cidade da luz e como uma das suas melhores comédias dos últimos anos.