Cannes 2015_4

Já é conhecida a lista completa de filmes que vão integrar 47ª edição da Quinzena dos Realizadores, a secção paralela do prestigiado Festival de Cannes, que decorre entre 14 e 24 de maio em França. A secção é composta por 19 filmes, dos quais três são do realizador português Miguel Gomes, a trilogia “As Mil e Uma Noites”, que terão antestreia mundial.

O realizador de “Tabu” (2012) mergulha agora num Portugal em crise e apresenta-nos “um realizador que se propõe a construir ficções a partir da miserável realidade onde está inserido. Mas incapaz de descobrir um sentido para o seu trabalho, foge cobardemente, dando o seu lugar à bela Xerazade”. Miguel Gomes ficciona a partir de factos ocorridos em Portugal, durante o mês de agosto de 2013 a julho de 2014.

Produzido por Luís Urbano, este sublinha que o filme se compõe de três filmes (“O Inquieto”, “O Desolado” e “O Encantado”) com um título comum e subtítulos próprios – “quem quiser ver o filme todo terá de ver os três volumes, mas cada um deles tem personalidade autónoma”. 

“As Mil e Uma Noites” é uma co-produção entre a o Som e a Fúria, a Shellac Sud (França), a Komplizen Film (Alemanha) e a Box Productions (Suíça). Integram o elenco nomes como, Crista Alfaiate, Luísa Cruz, Adriano Luz, Carloto Cotta, Américo Silva, Gonçalo Waddington, Joana de Verona, Rogério Samora, Bruno Bravo, Diogo Dória, Maria Rueff, Dinarte Branco, Teresa Madruga, João Pedro Bénard, entre outros.

“As Mil e Uma Noites”, não sendo uma adaptação o filme inspira-se na estrutura da obra homónima, terá a sua estreia nos cinemas portugueses na segunda metade do mês de setembro.

Fazem ainda parte da secção de longas-metragens da Quinzena dos Realizadores, Takashi Miike, Sarunas Bartas, Jeremy Saulnier, Arnaud Desplechin ou Philippe Garrel, entre outros.

O cinema português também está representado pela curta-metragem “Provas, Exorcismos” de Susana Nobre, na secção de curtas da Quinzena, em estreia internacional.

A secção Quinzena dos Realizadores, paralela ao Festival de Cannes, existe desde 1969 e tem como objetivo a apresentação de filmes, não só de realizadores emergentes, mas também de autores consagrados. A 68ª edição do Festival de Cannes decorrerá de 13 a 22 de maio de 2015.

 

Secção de Longas-metragens

A Perfect Day, de Fernando León de Aranoa

Beyond My Grandfather Allende, de Marcia Tambutti

Arabian Nights, de Miguel Gomes
Volume 1, The Restless One
Volume 2, The Desolate One
Volume 3, The Enchanted One

Les Cowboys, de Thomas Bidegain

Dope, de Rick Famuyiwa

Embrace of the Serpent, de Ciro Guerra

Fatima, de Philippe Faucon

Yakuza Apocalypse : The Great War of the Underworld, de Takashi Miike

Green Room, de Jeremy Saulnier

Much Loved, de Nabil Ayouch

Mustang, de Deniz Gamze Ergüven

In the Shadow of Women, de Philippe Garrel

Peace to Us in Our Dreams, de Sharunas Bartas

Songs My Brothers Taught Me, de Chloé Zhao

The Here After, de Magnus von Horn

The Brand New Testament, de Jaco Van Dormael

My Golden Days, de Arnaud Desplechin

 

Secção Curtas-metragens

Blue Thunder, de Jean-Marc E. Roy & Philippe David Gagné

Calme ta joie, de Emmanuel Laskar

The Broken Past, de Martín Morgenfeld & Sebastián Schjaer

Kung Fury, de David Sandberg

Pitchoune, de Reda Kateb

Trials, Exorcisms, de Susana Nobre

Pueblo, de Elena Lopez Riera

A Few Secondes, de Nora El Hourch

Backyard, de André Novais Oliveira

Rate Me, de Fyzal Boulifa

The Exquisite Corpus, de Peter Tscherkassky