O anúncio foi feito esta semana pela Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood (HFPA), que o humorista britânico Ricky Gervais vai voltar a apresentar os prestigiados prémios da televisão e do cinema, da 77.ª edição dos Globos de Ouro americanos, depois de ter jurado que não voltaria. O comediante disse que esta será mesmo a última vez.

“Mais uma vez, eles fizeram-me uma oferta que não posso recusar. Mas é a última vez que faço isto, o que pode tornar a noite divertida”, disse Gervais. “Quando Ricky Gervais está no comando dos Globos de Ouro podemos sempre esperar o inesperado”, disse o presidente do HFPA Lorenzo Soria. “Há sempre uma eletricidade palpável na sala quando Ricky sobe ao palco dos Globos. O seu regresso como mestre de cerimónias nos Globos de Ouro é muito aguardado”, acrescentou Paul Telegdy, presidente da NBC Entertainment.

Será a quinta vez, um recorde nos Globos de Ouro, que apresenta a cerimónia, depois de o ter feito em 2010, 2011, 2012 e em 2016. O seu humor foi sempre bastante polémico em todas as cerimónias, mas parece que continua a ser a escolha preferida do público e dos membros da HFPA.

Apesar de os Óscares e os Emmys estarem a dispensar o papel do anfitrião nas suas cerimónias, os Globos de Ouro mantêm a tradição e apostam num apresentador para a noite de 5 de janeiro de 2020, a noite em que serão revelados os vencedores da 77.ª edição dos Globos de Ouro. As nomeações serão reveladas a 9 de dezembro.