A Monstra – Festival de Animação de Lisboa arranca hoje a sua 18.ª edição com a antestreia de “Cai na real, Corgi”, com a presença do realizador Ben Stassen.

A sessão realiza-se hoje, pelas 19h30, no Cinema São Jorge, com a presença do realizador nesta estreia absoluta, cuja distribuição comercial está marcada para dia 4 de abril em 55 salas do país. O filme conta a história de Rex, o cão mais mimado pela Rainha de Inglaterra e por todos os membros do Palácio Real. Um dia, Rex aventura-se a fugir do palácio e logo tropeça num gang de cães de todos os tipos, que se enfrentam e lutam entre si. Enquanto se envolve em várias aventuras para regressar ao Palácio de Buckingham, Rex apaixona-se perdidamente e descobre o seu verdadeiro eu.

A sessão de abertura acontece amanhã, dia 21 de março, às no Cinema São Jorge, na Sala Manoel de Oliveira, com o filme-concerto ao vivo de “As Quatro Estações”, de Vivaldi, interpretado pela Orquestra de Cordas da Escola Superior de Música de Lisboa. Depois serão exibidas algumas curtas do National Film Board of Canada (com a presença da diretora Julie Roy), o país convidado, e ainda a estreia mundial do filme de Regina Pessoa, “Tio Tomás – A Contabilidade dos Dias”, com a presença da realizadora e do produtor Abi Feijó. Neste novo trabalho autobiográfico de 13 minutos em técnica mista, Regina Pessoa reinventa-se e revela o seu crescimento artístico: “A partir das memórias afectivas e visuais da minha infância este filme é uma homenagem ao meu tio Tomás que foi um homem humilde, um pouco excêntrico e teve uma vida simples e anónima. Mas ele foi importante para mim. Era um homem bom e foi com ele que comecei a desenhar. Uma pessoa não precisa ser genial para para ser importante nas nossas vidas.”.

A competição de longas-metragens conta com as antestreias de: “Funan”, de Denis Do, a história de luta e sobrevivência de uma mãe que, durante a revolução do Khemer Vermelho no Cambodja, foi forçosamente separada do filho; “Mirai”, do japonês Mamoru Hosoda, uma história sobre um menino que encontra um jardim mágico que lhe permite viajar no tempo e conhecer os seus antepassados; “This Magnificent Cake!“, de Emma De Swaef e Marc James Roels, um filme de marionetas que conta as histórias de cinco personagens diferentes na África colonial do final do século XIX; “Captain Morten and the Spider Queen“, de Kaspar Jancis, um filme de aventuras sobre um rapaz que se vê reduzido a tamanho de inseto; “Tito e os Pássaros“, filme brasileiro realizado por Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar sobre um menino que salva o mundo de uma epidemia contraída pelo medo; “A Torre”, de Mats Grorud, e “Dilili em Paris”, de Michel Ocelot.

A MONSTRA, que decorre até ao dia 31 de março, tem também sessões no Cinema Ideal, Cinemateca Júnior, Cinema City Alvalade e Museu Nacional de Etnologia.