Morreu Norman Reynolds, renomado diretor de arte dos clássicos “Star Wars” e “Os Salteadores da Arca Perdida”

Norman Reynolds 2023 1 1 Norman Reynolds 2023 1 2

Morreu na última quinta-feira (6), Norman Reynolds, renomado diretor de arte e designer de produção dos filmes clássicos “Star Wars” e “Os Salteadores da Arca Perdida”.

Reynolds faleceu aos 89 anos em casa, na presença de sua esposa e filhas, sem a divulgação da causa, segundo a BBC.

 

Marido, pai, sogro, avô e bisavô amado

A família de Norman Reynolds divulgou um comunicado lamentando sua perda e homenageando o legado do artista. Segundo a declaração, Reynolds era um marido, pai, sogro, avô e bisavô amado por todos. Apesar de seu exterior despretensioso, engraçado e afável, ele era um desenhista de produção extremamente talentoso, responsável por dar vida a tantos dos filmes que todos amamos por meio de seus cenários icônicos.

Reynolds era impressionado com a base de fãs que seu trabalho criou e o quanto seu trabalho significava para eles. No entanto, acima de tudo, ele amava e se deliciava com sua grande e crescente família.

O comunicado também informou que Reynolds morreu pacificamente em casa, com sua esposa Ann e três filhas ao seu lado. Sua família e amigos sentirão muita falta dele, mas seu legado e sua influência na indústria cinematográfica continuarão a ser celebrados.

Norman Reynolds 2023 2 3
Reprodução: BBC

 

Lucasfilm

Kathleen Kennedy, presidente da produtora Lucasfilm, expressou sua tristeza ao receber a notícia da morte de Norman Reynolds. Em suas palavras, “Norman era uma pessoa excepcional para se trabalhar”.

Ela destacou que as contribuições de Reynolds para as primeiras entradas da saga Star Wars e da série Indiana Jones foram fundamentais para definir o padrão visual dessas histórias amadas, que inspiraram gerações de designers de cinema. A partida de Reynolds deixou um vazio na indústria cinematográfica, mas sua memória e legado continuarão vivos através de suas obras e da inspiração que ele deixou para futuros artistas.

 

Carreira

Reynolds iniciou sua carreira em 1974 com o filme “Principezinho”, de Stanley Donen, e recebeu dois Óscares por seus trabalhos em “Star Wars” e “Os Salteadores da Arca Perdida”. Ele também foi nomeado ao prémio por “A Incrível Sarah”, de Richard Fleischer, e colaborou com Steven Spielberg em “O Império do Sol”, nomeado aos Óscares.

Considerado por Spielberg como a “essência criativa” das franquias “Star Wars” e “Indiana Jones”, Reynolds criou imagens icónicas como o planeta pantanoso Dagobah, o salão do trono do Imperador e a câmara de congelamento de carbono em que Han Solo é congelado.

 

Planeta pantanoso Dagobah

 

Salão do trono do Imperador

 

Câmara de congelamento de carbono em que Han Solo é congelado

 

Outros trabalhos

O designer de produção também trabalhou em filmes como “Superman”, de Richard Donner, Alien 3 – A Desforra”, de David Fincher e “Missão: Impossível”, de Brian De Palma. Além disso, Reynolds desempenhou funções como diretor de segunda unidade no filme “Alive” em 1993 e como diretor de efeitos especiais em The Exorcist 3, de William Peter Blatty.

“Superman”

 

Alien 3 – A Desforra”

 

“Missão: Impossível”

 

Legado

Até hoje, a influência de Reynolds no universo de Star Wars é evidente, já que muitos de seus designs foram incorporados à série The Mandalorian, produzida pela Disney+.

 

A indústria cinematográfica perde um talento inestimável e Reynolds deixará um legado marcante em sua área de atuação.

Skip to content