Prémios do C7A 2012

Durante quase um mês os leitores do Cinema 7ª Arte votaram nos Prémios Cinema 7ª Arte 2012, tendo eleito a comédia francesa “Amigos Improváveis”, de Olivier Nakache Eric Toledano, como o Melhor Filme do Ano de 2012, que registou 14.43% dos votos. O filme, que conta a história de um aristocrata francês de meia-idade que decide contratar alguém que o apoie nas suas rotinas diárias, venceu também na categoria de Melhor Filme Estrangeiro, com 53% dos votos. “Amigos Improváveis” foi quase sempre o líder em ambas as categorias, apesar de na categoria de Melhor Filme do Ano ter tido fortes adversários, como “Amor” (13%) e “O Artista” (12.37%), que foram o segundo e terceiro mais votados, respectivamente. Na categoria de Melhor Português, venceu sem qualquer dúvida “Tabu” de Miguel Gomes, com 53% dos votos, tendo sido sempre o líder desta categoria. “Florbela” de Vicente Alves do Ó foi o segundo filme português mais votado, com quase 22%.

 

Assim, o Cinema 7ª Arte tem o prazer de atribuir ao filme “Amigos Improváveis” o Prémio de Melhor Filme do Ano, juntando-se ao quadro de vencedores de outros anos, “Quem Quer Ser Bilionário” (2009), “A Rede Social” (2010) e “Cisne Negro” (2011). Um dado curioso: ao fim de quatro edições, três dos vencedores são filmes americanos e um é francês.

 

Premios C7A 2012 - Vencedor Melhor Filme do Ano e Melhor Filme EstrangeiroPremios C7A 2012 - Vencedor Melhor Filme Portugues

Tabelas dos resultados

Premios C7A 2012 - resultados 1Premios C7A 2012 - resultados 2