Prémios Sophia 2014_2

A Academia Portuguesa de Cinema anunciou hoje, em conferência de imprensa, a lista dos nomeados a 18 categorias dos Prémios Sophia 2014. O filme “Até Amanhã, Camaradas”, de Joaquim Leitão, baseado no romance com o mesmo título da autoria de Manuel Tiago (pseudónimo de Álvaro Cunhal), foi o mais nomeado de todos, com 15 nomeações, que inclui Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Ator (Cândido Ferreira e Gonçalo Waddington), Melhor Atriz (Leonor Seixas) e Melhor Fotografia. O realizador Joaquim Leitão obteve ainda uma segunda nomeação na categoria de Melhor Realizador, com o filme “Quarta Divisão”, um drama policial que obteve 6 nomeações. “A Última Vez que Vi Macau” de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata e “Comboio Nocturno para Lisboa” de Bille August conquistaram também 6 nomeações cada um. “É o Amor” de João Canijo conseguiu 5 nomeações, Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Argumento Original (João Canijo e Anabela Moreira), Melhor Fotografia e Melhor Montagem.

A Academia ira também distinguir com os Prémios Sophia Carreira 2014 as seguintes personalidades: José Fonseca e Costa (Realizador), Eduardo Serra (Director de Fotografia) e Henrique Esprito Santo (Produtor). A segunda cerimónia da entrega dos Prémios Sophia decorre no dia 8 de outubro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, que deverá ter, em principio, transmissão em direto na RTP1.

A Academia Portuguesa de Cinema é uma associação sem fins lucrativos, fundada em Julho de 2011, cuja principal missão é aproximar o cinema português do grande público e promover o cinema nacional no mundo. O seu objetivo é fomentar a criatividade e melhorar as competências dos profissionais de cinema, através de intercâmbios culturais, ações de formação, participação em festivais e organização de conferências. Estes prémios são o equivalente aos Goyas em Espanha, aos Césares em França e aos Óscares nos Estados Unidos. Em 2013, “Tabu” de Migue Gomes venceu o prémio de Melhor Filme e de Melhor Montagem.

 

Nomeados

Melhor Filme

A Última Vez que Vi Macau 

Até Amanhã Camaradas 

Comboio Nocturno para Lisboa

É o Amor

Quarta Divisão

Melhor Realizador

Joaquim Leitão, por Até Amanhã Camaradas

Joaquim Leitão, por Quarta Divisão

João Canijo, por É o Amor

João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, por A Última Vez que Vi Macau

Melhor Ator

Cândido Ferreira, em Até Amanha Camaradas

Gonçalo Waddington, em Até Amanhã Camaradas

João Lagarto, em Bairro

Pedro Hestnes, em Em Segunda Mão

Melhor Atriz

Carla Chambel, em Quarta Divisão

Leonor Seixas, em Até Amanhã Camaradas

Maria João Bastos, em Bairro

Rita Durão, em Em Segunda Mão

Melhor Ator Secundário

Adriano Carvalho, em Até Amanhã Camaradas

Adriano Luz, em Até Amanhã Camaradas

Adriano Luz, em Comboio Nocturno para Lisboa

Afonso Pimentel, em Bairro

Carloto Cotta, em Bairro

Marco D’Almeida, em Comboio Nocturno para Lisboa

Melhor Atriz Secundária

Beatriz Batarda, em Comboio Nocturno para Lisboa

Carla Chambel, em Até Amanhã Camaradas

Joana de Verona, em Em Segunda Mão

Julie Sergeant, em Bairro

Melhor Argumento Original

António Pedro Figueiredo, Catarina Ruivo, por Em Segunda Mão

Leonardo António e Inês Pott, por O Frágil Som do Meu Motor

João Canijo e Anabela Moreira, por É o Amor

João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, por A Última Vez que Vi Macau

Melhor Fotografia

Quarta Divisão

Até Amanhã Camaradas

É o Amor

A Última Vez que Vi Macau

Melhor Direcção Artística

Comboio Nocturno para Lisboa

Em Segunda Mão

Até Amanhã Camaradas

A Última Vez que Vi Macau

Melhor Som

Até Amanhã Camaradas

Quarta Divisão

O Frágil Som do Meu Motor

RPG

Melhor Guarda-Roupa

Em Segunda Mão

Até Amanhã Camaradas

7 Pecados Rurais

Bairro

Melhor Caracterização

A Republica di Mininus

RPG

O Frágil Som do Meu Motor

7 Pecados Rurais

Comboio Nocturno para Lisboa

Em Segunda Mão

Até Amanhã Camaradas

Melhor Música

Rodrigo Leão, por O Frágil Som do Meu Motor

João Marco, por Além de ti

As Mercenárias, Mentis afro (Boss) e Primeiro G, por Um Fim do Mundo

Luís Cília, por Até Amanhã Camaradas

Melhor Montagem

Até Amanhã Camaradas

Quarta Divisão

É o Amor

A Última Vez que Vi Macau

Melhor Documentário em Longa-Metragem

Ophiussa – Uma Cidade de Fernando Pessoa, de Fernando Carrilho

Terra de Ninguém, de Salomé Lamas

A Batalha de Tabatô, de João Viana

Melhor Curta-Metragem de Ficção

Longe do Éden, de Carlos Amaral

Lápis Azul, de Rafael Antunes

Gambozinos, de João Nicolau

Luminita, de André Marques

Melhor Curta-Metragem Documental

Almas Censuradas, de Bruno Ganhão

A Máquina, de Mafalda Marques

Lápis Azul, de Rafael Antunes (Documentário)

Casa Manuel Vieira, de Júlio Alves

Fontelonga, de Luís Costa

Melhor Curta-Metragem de Animação

Carratrope, de Paulo D’Alva

Outro Homem Qualquer, de Luís Soares

Ptomolus, de Josemaria RRA

Alda, de Ana Cardoso e Filipe Fonseca

Brincar, de Coletivo Fotograma 24 e Coletivo de Crianças, jovens e idosos de Guimarães