mosquito-2020-3

Prémios Sophia 2021: Nomeados

A Academia Portuguesa de Cinema anunciou hoje os nomeados da 9.ª edição dos Prémios Sophia, que se realizam a 19 de setembro no Casino Estoril, com transmissão televisiva na RTP2.

“Mosquito”, de João Nuno Pinto, lidera a corrida aos Prémios Sophia 2021, com 13 nomeações, que inclui o de Melhor Filme, Realização, Ator e Argumento Original. Seguem-se “Ordem Moral”, de Mário Barroso, com 10 nomeações, “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de João Botelho, e “Listen” de Ana Rocha de Sousa, ambos nomeados para 8 categorias. Também com múltiplas nomeações constam ainda “O Fim do Mundo” de Basil da Cunha, com 7 nomeações, “Patrick”, de Gonçalo Waddington, com 5 nomeações, e “Surdina”, de Rodrigo Areias, com 4 nomeações.

“Amor Fati”, de Cláudia Varejão, encontra-se nomeado para Melhor Documentário e Melhor Montagem, e “Um Animal Amarelo” para Melhor Atriz (Isabél Zuaa) e Melhor Atriz Secundária (Catarina Wallenstein). A atriz Maria do Céu Guerra e o ator Sinde Filipe vão ser homenageados com o Prémio Sophia Carreira.

Durante a apresentação dos nomeados foram ainda entregues quatro prémios: o Prémio Arte & Técnica (“Projectar a Ordem: Cinema do Povo e Propaganda Salazarista 1935 – 1954”, de Maria do Carmo Piçarra), a Menção Honrosa (“Cinema Tivoli: Memórias da Avenida” de Duarte de Lima Mayer e João Monteiro Rodrigues), o de Melhor Cartaz (“Faz-me Companhia” cartaz de Gonçalo Almeida) e o Melhor Trailer (“Zé Pedro Rock ‘n’ Roll” trailer de Sebastião Varela).

Paulo Trancoso, presidente da Academia Portuguesa de Cinema, anunciou ainda que, pela primeira vez, será atribuído um Prémio Sophia de Melhor Filme Europeu, outorgado por um colégio de críticos e jornalistas de cinema.

Em 2020, os filmes “Variações” e “A Herdade”, ambos com sete Prémios Sophia, foram os grandes vencedores da 8.ª edição.

Melhor Filme
Listen (Rodrigo Areias, produtor – Bando à Parte)
Mosquito (Paulo Branco, produtor – Leopardo Filmes)
O Ano da Morte de Ricardo Reis (Alexandre Oliveira, produtor – Ar de Filmes)
Ordem Moral (Paulo Branco, produtor – Leopardo Filmes)

Melhor Realização
Ana Rocha de Sousa, por Listen
Basil Da Cunha, por O Fim do Mundo
João Botelho, por O Ano da Morte de Ricardo Reis
João Nuno Pinto, por Mosquito

Melhor Argumento Original
Ana Rocha de Sousa, Aaron Brookner e Paula Vaccaro, por Listen
Basil Da Cunha, Martin Drouot, Saadi, por O Fim do Mundo
Carlos Saboga, por Ordem Moral
Fernanda Polacow, Gonçalo Waddington, por Mosquito

Melhor Ator
António Durães, em Surdina
João Nunes Monteiro, em Mosquito
Michael Spencer, em O Fim do Mundo
Ruben Garcia, em Listen

Melhor Atriz
Isabél Zuaa, em Um Animal Amarelo
Lúcia Moniz, em Listen
Maria de Medeiros, em Ordem Moral
Victoria Guerra, em O Ano da Morte de Ricardo Reis

Melhor Ator Secundário
Adriano Carvalho, em Patrick
Albano Jerónimo, em Ordem Moral
Alexandre Da Costa Fonseca, em O Fim do Mundo
Filipe Duarte, em Mosquito

Melhor Atriz Secundária
Ana Bustorff, em Surdina
Catarina Wallenstein, em Um Animal Amarelo
Maisie Sly, em Listen
Teresa Sobral, em Patrick

Melhor Documentário
Alis Ubbo, de Paulo Abreu
Amor Fati, de Cláudia Varejão
Viveiro, de Pedro Filipe Marques
Zé Pedro Rock’n’Roll, de Diogo Varela Silva

Melhor Direcção de Fotografia
Adolpho Veloso, por Mosquito
Basil Da Cunha e Rui Xavier, por O Fim do Mundo
João Ribeiro, por O Ano da Morte de Ricardo Reis
Mário Barroso, por Ordem Moral

Melhor Montagem
O Fim do Mundo
Amor Fati
Mosquito
Listen

Melhor Som
Patrick
Mosquito
Listen
Ordem Moral

Melhor Banda Sonora Original
Bruno Pernadas, em Patrick
Justin Melland, em Mosquito
Mário Laginha, em Ordem Moral
Tó Trips, em Surdina

Melhor Direcção Artística
O Ano da Morte de Ricardo Reis
Patrick
Mosquito
Ordem Moral

Melhor Efeitos Especiais/Caracterização
Ordem Moral
Inner Ghosts
Mosquito
O Ano da Morte de Ricardo Reis

Melhor Guarda-Roupa
O Nosso Cônsul em Havana
Mosquito
O Fim do Mundo
O Ano da Morte de Ricardo Reis

Melhor Maquilhagem e Cabelos
Ordem Moral
O Nosso Cônsul em Havana
Mosquito
O Ano da Morte de Ricardo Reis

Melhor Série/Telefilme
A Espia (Ukbar Filmes)
Crónica dos Bons Malandros (Ukbar Filmes)
Esperança (lanche Filmes)
Terra Nova (Cinemate AS)

Melhor Curta-Metragem de Ficção
Adeus Senhor António, de Júlia Buisel
A Margem, de Rodrigo Tavares
Moço, de Bernardo Lopes
NHA MILA, de Denise Fernandes

Melhor Curta-Metragem de Documentário
A Vida Dura Muito Pouco, de Dinis Leal Machado
Meine Liebe, de Clara Jost
Mulher Como Árvore, de Alejandro Vásquez, Carmen Tortosa, Daniela Cajías, Flávio Ferreira e Helder Faria
Raposa, de Leonor Noivo

Melhor Curta-Metragem de Animação
Elo, de Alexandra Ramires
Estou?, de Pedro Martins
Mesa, de João Fazenda
Suspensão, de Luís Soares

Prémio Sophia Estudante
Alvorada, de Carolina Neves (Escola das Artes – Universidade Católica Portuguesa)
Mãos de Prata, de Catarina Gonçalves (Escola das Artes – Universidade Católica Portuguesa)
No Fim do Mundo, de Abraham Escobedo-Salas (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias)
Nós os Lentos, de Jeanne Waltz (Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias)

Skip to content