Em abril deste ano anunciámos que o vencedor da 2.ª edição da iniciativa SCOPE 100 em Portugal, uma iniciativa europeia de promoção e divulgação do cinema europeu, tinha sido o documentário pessoal de Mila Turajlic“The Other Side of Everything”. No entanto, “devido a questões técnicas relacionadas com os direitos de distribuição do filme “The Other Side of Everything” (questões estas que nos ultrapassam)”, este não pôde ser distribuído em Portugal, “tal como seria de esperar sendo que o mesmo foi o vencedor da edição deste ano do projecto Scope 100”. Não foi possível à Alambique Filmes chegar a um acordo com os detentores dos direitos internacionais , pelo que a solução encontrada foi estrear o segundo filme mais votado pelo grupo, “Verão 1993” (“Summer 1993”), de Carla Simón.

“Verão 1993” é a primeira longa-metragem da realizadora catalã, Carla Simón, premiada em Berlim com o galardão de Melhor Primeira Longa-Metragem, um comovente filme auto-biográfico. Um belo poema sobre a infância e as complexas emoções vividas por uma criança, depois de perder os pais.

Espanha, Verão de 1993.  Frida, de seis anos, enfrenta o primeiro Verão com a sua nova família adoptiva, na Catalunha. Antes do fim da estação, a menina tem de aprender a lidar com as suas emoções e os pais adoptivos têm de aprender a amá-la como se fosse filha deles. Marcado por momentos de exuberância infantil e pensamentos amadurecidos, este drama de crescimento, passado entre tonalidades veranis, é um retrato extraordinariamente enternecedor de como ser criança num mundo de adultos, assente nos desempenhos impecáveis das duas jovens estrelas.

A sua estreia está prevista para 18 de outubro nas salas de cinema nacionais, mas haverá uma antestreia no Cine Fiesta 2018 – Mostra de Cinema Espanhol, no dia 30 de Setembro, no UCI Cinemas – El Corte Inglés.

A SCOPE 100 é uma iniciativa de âmbito Europeu apoiada pelo programa Europa Criativa da União Europeia e foi desenvolvida pela FESTIVAL SCOPE (França) e a GUTEK FILM (Polónia), em colaboração com as distribuidoras AEROFILMS (República Checa), ARTHAUS (Noruega), CINEFIL CO (Hungria), FOLKETS BIO (Suécia), KINO PASAKA (Lituânia), POTEMKINE (França), e em Portugal a ALAMBIQUE/Cinema BOLD.

Na 1ª edição da SCOPE 100 o vencedor foi o filme “Heartstone“ do realizador islândes Guðmundur Arnar Guðmundsson.