sala-de-cinema-icaro-viseu

Estreias de filmes e festivais de cinema adiados devido ao coronavírus

A pandemia do coronavírus (Covid-19) tem afetado a indústria do entretenimento em todo o mundo. Em Portugal, o governo declarou ontem “estado de alerta” em todo o país. Vão ser encerradas escolas, discotecas, bares, museus e monumentos. A frequência de centros comerciais, restaurantes e outros serviços públicos será limitada para evitar excesso de pessoas no mesmo espaço.

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou que “eventos com mais de cinco mil pessoas em espaços abertos serão suspensos ou adiados, eventos com mais de mil pessoas em áreas abertas poderão ser adiados ou cancelados”.

Devido à epidemia COVID-19, estão a ser adiadas estreias de filmes e de eventos culturais, como cerimónias, festivais de cinema, ciclos de cinema e sessões dos cineclubes. As salas de cinema continuam abertas, pelo que vários exibidores estão a implementar medidas de contingência, como forma de diminuir a possibilidade de contágio do coronavírus, para proteção dos espectadores.

(Artigo em atualização) – Atualizado às 11h00 de 20 de março.

Estreias:

  • A Disney decidiu cancelar as estreias do remake live action “Mulan” (agendada para 26 de março), “Os Novos Mutantes” (agendada para 2 de abril) e “Antlers” (agendada para 17 de abril), como reação à pandemia. As estreias dos dois últimos vão ser reagendadas para o final do ano. (Ler Artigo)
  • A Universal Pictures adiou a estreia de “Velocidade Furiosa 9” para 2021.
  • O realizador John Krasinski anunciou nas redes sociais o adiamento da estreia do filme “Um Lugar Silencioso 2”,  que tinha estreia prevista para a próxima semana.
  • A estreia do filme português “Terra Nova”,  do realizador Artur Ribeiro, agendada para 19 de março, será adiada para nova data a anunciar brevemente.
  • A estreia de “007: Sem Tempo Para Morrer”, de Cary Joji Fukunaga, foi adiada para 20 de novembro 2020.
  • A Sony adiou a estreia de “Peter Rabbit: Coelho à Solta” para 7 de agosto. A sequela estava prevista ser lançada nos mercados do Reino Unido e da Europa a 27 de março e nos EUA a 3 de abril.
  • Disney anunciou que vai disponibilizar o filme “Frozen 2” na sua plataforma de streaming Disney+ três meses mais cedo do que o previsto.
  • A Disney adiou a estreia de “Viúva Negra” (tinha estreia mundial prevista para 30 de abril), protagonizado por Scarlett Johansson.
  • A Universal Pictures vai lançar no dia 10 de abril o filme de animação “Trolls World Tour” em simultâneo nas salas de cinema e em plataforma de streaming.

Festivais de Cinema:

  • O Festival de Animação de Lisboa – MONSTRA 2020 foi temporariamente cancelado. “Devido ao encerramento de alguns dos espaços municipais no âmbito das medidas de prevenção e contenção anunciadas pela Câmara Municipal de Lisboa, o Festival de Animação de Lisboa | MONSTRA viu-se sem outra alternativa a não ser cancelar a sua programação prevista para os dias 18 a 29 de Março de 2020. No entanto, faremos tudo ao nosso alcance para que a celebração dos 20 anos da MONSTRA decorra ainda este ano. Prometemos para breve o anúncio de novas datas.”
  • A Festa do Cinema Italiano 2020 não irá realizar a sua 13.ª edição, a partir de 1 de abril, como estava previsto, em Lisboa, Porto, Almada, Cascais, Setúbal, Penafiel, Alverca do Ribatejo, Coimbra, Viseu, Beja, Tomar, Évora, Caldas da Rainha e Loulé, sendo adiada para uma data a anunciar em breve.
  • A 2.ª edição do FICLO – Festival Internacional de Cinema e Literatura de Olhão foi adiada “face às recentes evoluções relacionadas com COVID-19 em Portugal. A decisão da direção responde às recomendações de segurança emitidas pelas entidades competentes e que aconselham o adiamento de eventos, sempre que o mesmo for possível, como medida preventiva para o alastrar do risco de contágio. (…) As novas datas serão anunciadas em breve.”
  • A 73.ª edição do Festival de Cannes, a decorrer de 12 a 23 de maio, não será cancelada para já. “Mantemo-nos razoavelmente otimistas, na esperança de que se atinja o pico da epidemia no final de março e de que respiremos um pouco melhor em Abril”, disse o presidente do festival, Thierry Frémaux. A conferência de imprensa para anunciar a seleção oficial está marcada para 16 de abril. No dia 19 de março a organização do Festival comunicou o adiamento do evento para entre junho e julho de 2020.
  • O Tribeca Film Festival 2020, em Nova Iorque, foi cancelado, previsto para decorrer de 15 a 26 de abril, e adiado até novo aviso devido a preocupações com a disseminação do coronavírus.

Salas de cinema (Ler Artigo):

  • Os cinemas da exibidora Cinema City elaborou um conjunto de procedimentos/regras que estão a ser aplicados nos seis cinemas, como a venda intercalada de lugares e está a ser imposta a organização das filas para garantir a distância de um metro entre espectadores.
  • O Cinema Medeia Nimas informou que “está a tomar medidas seguindo as indicações da Direção-Geral da Saúde para a contenção da propagação do Covid-19. Nomeadamente, o reforço da limpeza das áreas de contacto manual, desinfeção regular de todos os espaços e disponibilização de dispositivos com produto desinfetante para as mãos para utilização pelos seus espectadores e equipa. O Cinema Medeia Nimas cumprirá as diretrizes globais recomendadas pelas autoridades de saúde para garantir a segurança de todos os seus espectadores.”. No dia  14 de março a Medeia Filmes encerrou o Espaço Nimas(Ler Artigo)
  • O Cinema Ideal, em Lisboa, apostando na prevenção e limpeza, vai disponibilizar a todos os seus clientes, no balcão da bilheteira, um doseador com álcool diluído em água para desinfeção das mãos.
  • A Castello Lopes Cinemas implentou várias medidas preventivas em todas as suas instalações. No dia 13 de março suspendeu toda a sua programação temporariamente.
  • O Cinema Trindade, no Porto, decidiu suspender provisoriamente e, pelo menos, até ao próximo dia 3 de abril toda a sua programação.
  • A Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema suspendeu todos os seus serviços públicos até dia 6 de abril de 2020. “Esta suspensão abrange as duas salas de cinema da sede, a biblioteca, as sessões e oficinas da Cinemateca Júnior e os visionamentos no departamento ANIM.”
  • Cancelada toda a programação de cinema no Teatro Campo Alegre e Teatro Rivoli, no Porto, até dia 3 de abril.
  • O Cinema da Villa, em Cascais, suspendeu temporariamente toda a atividade do cinema.
  • O  Instituto do Cinema e do Audiovisual vai adotar, a partir de segunda-feira, 16 de março, a modalidade de teletrabalho. “Neste período, o Instituto mantém-se, no entanto, em funcionamento, com recurso ao referido trabalho remoto.”
  • Os Cinemas NOS encerraram os 31 complexos de cinemas e as 219 salas em todo o país. (Ler Artigo)
  • Encerraram todas as salas do Algarcine Cinemas, UCI Cinemas, Cinemas Cinemax e Cineplace Cinemas.
  • O Teatro Académico Gil Vicente suspendeu todas as suas atividades até dia 13 de abril.
  • Em Itália, todos os 1200 cinemas, que incluem cerca de 3500 ecrãs, estão fechados até pelo menos dia 3 de abril, após a decisão do governo italiano de colocar em quarentena todo o país.

Eventos:

  • A Academia Portuguesa de Cinema decidiu adiar a cerimónia de entrega dos Prémios Sophia 2020, agendada para dia 22 de março, no Casino do Estoril, até que o problema do coronavírus esteja solucionado. “Tendo em consideração a evolução dos casos confirmados em Portugal e em toda a Europa, bem como o impacto que o COVID-19 está a ter a nível mundial, a Academia Portuguesa de Cinema decidiu assim agir em prol da saúde pública. A 8.ª edição dos Prémios Sophia será reagendada em data a anunciar oportunamente.”
  • A Disney cancelou o evento de apresentação da Disney+ (Disney Plus) na Europa, previsto para durar dois dias no Reino Unido, promovendo agora a plataforma de streaming nas suas redes sociais. A Disney Plus chega ao Reino Unido, Irlanda, França, Espanha, Itália e Alemanha a 24 de março. Os outros mercados da Europa Ocidental, incluindo Bélgica, Países Nórdicos e Portugal, recebem o serviço no verão de 2020.
  • O Ciclo 6.doc, organizado pelo Porto/Post/Doc, foi adiado devido ao novo coronavírus (COVID-19).

Cineclubes (Ler Artigo):

  • O FEST – Cineclube de Espinho adia as suas sessões de 14, 18 e 28 de março. “As sessões serão, portanto, devidamente remarcadas, numa altura que se afigure mais oportuna e que não se imponha já como um perigo para a saúde pública.”
  • O Cine Clube de Viseu cancelou todas as sessões de cinema previstas para março. “Sendo um programa organizado em parceria com várias instituições, e devido às diversas medidas preventivas que já se conhecem face à expansão do coronavírus em Portugal, o Cine Clube de Viseu considera que não estão reunidas as condições para a realização das suas sessões.”
  • O Cineclube do Porto, na Casa das Artes, cancelou todas as atividades de programação cultural previstas para o mês de março.
  • O Cineclube de Guimarães “no cumprimento das recomendações da Direcção-Geral da Saúde (DGS), e tendo em conta a encerramento do Centro Cultural Vila Flor pela Câmara Municipal de Guimarães, informa todos os seus associados que suspendeu a sua atividade até nova informação.”
  • O Cineclube de Joane cancelou todas as actividades a decorrer na Casa das Artes de Famalicão.
  • O Cineclube de Faro suspendeu temporariamente todas as atividades programadas.
  • O Cineclube Octopus, da Póvoa do Varzim, cancelou todas as atividades programadas para o Cine-Teatro Garrett, até dia 3 de abril.
  • O Cineclube de Amarante, Ao Norte – Cineclube de Viana do Castelo, o Cineclube Octopus, (no Cine-Teatro Garrett, da Póvoa do Varzim), o Cineclube de Santarém (no Teatro Sá da Bandeira), o Cineclube de Torres Novas, o Cineclube de Vila do Conde (no Teatro Municipal de Vila do Conde), o Cineclube do Barreiro, o Cineclube ZOOM (no Theatro Gil Vicente, em Barcelos), o Fila K Cineclube (em Coimbra), cancelaram toda a sua programação do mês de março.

Filmes em produção:

  • As filmagens de “Missão: Impossível 7” foram interrompidas em Veneza depois de a Itália tornar-se o epicentro do surto europeu de coronavírus.
  • O cineasta chinês Wong Kar-wai suspendeu a produção da sua próxima longa-metragem, “Blossoms”, por causa do coronavírus. “Blossoms” seria filmado em Xangai, onde decorre a ação da narrativa e segue a vida de três moradores de Xangai desde o final da Revolução Cultural da China, na década de 1960, até à vida na América, na década de 1990. O realizador afirmou que “Blossoms” será uma sequela espiritual de “In the Mood for Love”, semelhante a “2046”.
  • A Universal Studios suspendeu a produção de vários filmes devido ao coronavírus, estando em suspenso as filmagens de “Jurassic World: Dominion”, de Colin Trevorrow, “Flint Strong”, de Rachel Morrison, e o novo project de Nicholas Stoller, com Billy Eichner (ainda sem título).
  • A Warner  Bros. parou a produção de “Matrix 4”, que se tinha mudado de São Francisco para Berlim. O filme é realizado por Lana Wachowski e conta com os atores Keanu Reeves e Carrie Ann Moss.
  • A Warner Bros. adiou a produção do terceiro filme de “Animais Fantásticos”, que estava programada para começar a produção no Reino Unido este mês. A este juntam-se outras produção da Warner que foram adiadas como é o caso de “The Batman”.

Outros assuntos:

  • A Medeia Filmes vai disponibilizar três filmes gratuitos por semana, todas as terças, quintas e sábados. Cada filme fica disponível no site da Medeia Filmes das 12h às 24h do dia seguinte. Às 12h a Medeia partilhará nas suas páginas de facebook e instagram o link de acesso. (Ler Artigo)
  • A produtora e distribuidora italiana Minerva Pictures vai participar na campanha #iorestoacasa (“Fico em casa”), disponibilizando 100 filmes online, gratuitamente. Até 3 de abril a empresa vai disponibilizar uma  biblioteca de filmes digital gratuita para todos os utilizadores da sua plataforma de vídeo on demand.

(Artigo em atualização)