"Matar a un Hombre" (2014)_1

11ª edição do Festival Internacional de Cinema Independente – IndieLisboa 2014, chegou ao fim e os vencedores foram anunciados ontem. O filme chileno “Matar a un Hombre”, do realizador Alejandro Fernández Almendras, foi o vencedor do Grande Prémio de Longa Metragem Cidade de Lisboa. Este é um filme que conta a história de Jorge, que vive com a família num bairro pobre, mas ao contrário da maioria dos seus vizinhos tem uma vida tranquila, é trabalhador e bem-intencionado. Baseado numa história real, este thriller de Alejandro Fernández Almendras retrata de um modo preciso a tensão que torna plausível o impensável. Na competição nacional, o cineasta Sérgio Tréfaut venceu o prémio Melhor Longa Portuguesa e o Prémio TAP para Documentário de Longa Metragem Portuguesa, com o documentário Alentejo, Alentejo”. ” Este filme é uma viagem pelo Portugal contemporâneo, através de um modo musical único e dos seus intérpretes.”.

Longas-metragens

Grande Prémio Cidade de Lisboa

Matar a un Hombre, de Alejandro Fernández Almendras

Melhor Longa Portuguesa

Alentejo, Alentejo, de Sérgio Tréfaut

Prémio de Distribuição

Les Apaches, de Thierry de Peretti

Prémio do Público

Bambi, de Sébastien Lifshitz

Prémio Pulsar do Mundo

La Marche à suivre, de Jean-François Caissy

Menção Honrosa

Deux fois le même fleuve, de Amir Borenstein e Effi Weiss

Prémio Amnistia Internacional

Death Row II, de Werner Herzog

Prémio Árvore da Vida

O Novo Testamento de Jesus Cristo segundo João, de Joaquim Pinto e Nuno Leonel

Prémio Novíssimos

O Primeiro Verão, de Adriano Mendes

Prémio TAP para Melhor Longa-Metragem Portuguesa de Ficção

O Primeiro Verão, de Adriano Mendes

Prémio TAP para Documentário de Longa Metragem Portuguesa

Alentejo, Alentejo, de Sérgio Tréfaut

Curtas-metragens

Grande Prémio

Mille Soleils, de Mati Diop

Menções Honrosas

Symphony no. 42, de Réka Bucsi (Animação)

Escort, de Guido Hendrikx (Documentário)

Pouco Mais de Um Mês, de André Novais Oliveira (Ficção)

Melhor Curta Portuguesa

As Figuras Gravadas na Faca com a Seiva das Bananeiras, de Joana Pimenta

Prémio Novo Talento

Rita Macedo, por Implausible Things

Prémio do Público

Our Curse, de Tomasz Sliwinski

Prémio do Público IndieJúnior

Sissy, de Siri Rutlin Harildstad

Prémio IndieJúnior Árvore da Vida

Rabbit and Deer, de Péter Vácz

Prémio Culturgest Escolas

Heights, de Calum Walter

Prémio Culturgest Universidades

Mouton, de Gilles Deroo e Marianne Pistone