Foram entregues no passado dia 12 de dezembro os Prémios Sophia Estudante 2019, entregues pela Academia Portuguesa de Cinema, numa cerimónia conduzida pela atriz Liliana Santos, que encheu o Auditório do Museu da Farmácia, em Lisboa.

Concorreram aos Sophia Estudante 2019 um total de 83 filmes de 18 escolas de norte a sul do país. O interesse e o entusiasmo destes jovens e a qualidade das curtas-metragens concorrentes mostram que o cinema português está bem vivo e tem futuro“, sublinhou o Presidente da Academia Portuguesa de Cinema, Paulo Trancoso.

Tal como aconteceu nas edições anteriores, os três primeiros classificados de cada categoria são agora candidatos ao Prémio Sophia Estudante no valor de 5.000€, a ser entregue na cerimónia dos Prémios Sophia, dia 22 de março de 2020, no Casino Estoril.

Melhor Cartaz
1º Lugar: Ouro sobre Azul, da designer Marta Féria de Sá – Universidade Lusófona
2º Lugar: Paisagem Submersa, do designer Edmundo Correia – ESMAD
3º Lugar: Atrás de Tempo, Tempo Vem, da designer Patrícia Azevedo – ESMAD

Curta-metragem – Animação
1º Lugar: O Presidente Veste Nada, de Clara Borges e Diana Agar – Universidade da Beira Interior
2º Lugar: Ode à Infância, de João Monteiro e Luís Vital – Instituto Politécnico de Portalegre
3º Lugar: One Minute Show Time, de Maria Clara Norbachs e Marisa Alves Pedro – Universidade da Beira Interior

Curta-metragem – Documentário
1º Lugar: Jamaika Onto New Paths, de Alexander Sussmann – Universidade Lusófona
2º Lugar: A Rua é uma Selva, de Ricardo Mussa – World Academy
3º Lugar: Sombra, de Diogo Lourenço, Duarte Gaivão e Francisco Moura – Universidade Lusófona

Curta-metragem – Experimental
1º Lugar: A Viagem, de Henrique Lopes – ETIC Algarve
2º Lugar: Somewhere in Outer Space this Might be Happening Somehow, de Paulo Malafaya, Escola Artística Soares dos Reis
3º Lugar: Lázaro, de Concha Silveira, Alba Dominguez, David Cruces – Universidade Lusófona

Curta-metragem – Ficção
1º Lugar: Da Capo, de Mário de Oliveira – Universidade da Beira Interior
2º Lugar: Loop, de Ricardo M. Leite – ESMAD
3º Lugar: Banho Santo, de Bruno Saraiva – Universidade Lusófona

Menção Honrosa
Cringe, de Dinis Leal Machado – ESMAD