Alexandre Desplat

A organização do Festival de Veneza anunciou esta semana que o compositor francês  Alexandre Desplat será o presidente do Júri internacional da 71ª edição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que atribui o Leão de Ouro aos premiados. É a primeira vez que um compositor de música para filmes é escolhido para presidir ao júri em Veneza.

Alexandre Desplat é não só um dos grandes compositores contemporâneos de músicas de filmes, mas igualmente um cinéfilo apaixonado. À sua extraordinária sensibilidade artística, junta-se um conhecimento profundo do cinema, da sua história e linguagem”, referiu Alberto Barbera, o diretor do festival, citado num comunicado.

“É uma grande honra e uma responsabilidade dificil ser o presidente do júri de um prestigiado Festival como este. (…) O cinema italiano tem influenciado tanto o meu gosto como a minha música mais do que qualquer outro, e eu estou orgulhoso de vir ao Festival de Cinema de Veneza um ano depois do Sr. Bernardo Bertolucci”, disse Alexandre Desplat.

Aos 52 anos de idade, Desplat, um dos mais conceituados compositores da atualidade, já obteve seis nomeações aos Óscares, com “A Rainha”, “O Curioso Caso de Benjamin Button”, “O Fantástico Mr. Fox”, “O Discurso do Rei”, “Argo” e “Philomena”. Ganhou um Globo de Ouro, em 2007, pelo filme “O Véu Pintado”, e ainda um BAFTA e três Césares, entre outros prémios. Colaborou com diversos realizadores como Roman Polanski, Terrence Malick, Wes Anderson, Ang Lee e Matteo Garrone. Foi responsável pelas bandas sonoras de filmes como “Grand Budapest Hotel” (2014), “Moonrise Kingdom” (2012),A Árvore da Vida” (2011),Harry Potter e os Talismãs da Morte: Parte 1  e 2″ (2011) e “Um Profeta” (2009).

Em breve serão revelados os restantes nomes do júri e a lista de filmes em competição. A 71ª edição decorre em Veneza de 27 de agosto a 6 de setembro.